DIMS 2024

O Poema que não existe

O Poema que não existe

O Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, é palco até ao final do mês de junho da instalação “O POEMA QUE NÃO EXISTE”. A inauguração está agendada para as 17h00 de dia 5 de abril. Não perca!

­Da autoria de Carlos Campos e produção artística da Grande Coisa!, esta instalação está inserida no Programa Convergente da Anozero’24 Bienal de Coimbra. Com o apoio do Património Cultural, I.P.

A iniciativa presta homenagem a todos os Poetas destemidos, relembrando alguns deles, que defrontaram sistemas antidemocráticos dos séculos XX e XXI. Os nomes ultrapassam fronteiras, línguas, continentes. A maioria, no entanto, está ausente e, por isso, esta obra nunca será finalizada, estará sempre em devir, em processo.

Para ver a partir da próxima sexta-feira, 5 de abril, de terça a domingo, das 10h00 às 18h00. Entrada livre!