Saltar para o conteúdo principal da página

Torre de Belém

Monumento Nacional e Património Mundial (UNESCO), símbolo identitário da cidade de Lisboa e de Portugal no mundo, associa-se histórica e artisticamente ao Mosteiro dos Jerónimos e aos Descobrimentos Portugueses. Edificada, entre 1514 e 1519, sobre um afloramento basáltico, a alguma distância da margem norte do rio, conjuga dois modelos arquitetónicos distintos: a torre alta, ao modo de torre de menagem, de feição medieval; e o baluarte, um dispositivo militar moderno. Este corpo sextavado – com posicionamento numa cota baixa e avançado no rio, dotado de canhoneiras – permitia o disparo em tiro rasante. A Torre de Belém é, pois, um valioso testemunho de que, na época, a velha guerra neurobalística, de arremesso, proporcionada pela torre alta e recuada, dava lugar à guerra pirobalística da artilharia pesada e tiro rasante, garantida pelo baluarte.

Além da estrutura do edifício, é a sobrecarga ornamental, a decoração festiva na modalidade portuguesa de tardo-gótico “manuelino”, que denuncia a sua construção no reinado de D. Manuel I (1495-1521). A heráldica régia, obsessivamente presente, mistura-se com motivos ornamentais diversos como, por exemplo, cordas, nós e animais, não faltando elementos de alusão mourisca. Saliente-se a presença, na fachada sul da torre alta, da extensa varanda, uma loggia, pensada para acolher o aparatoso cerimonial de corte que, decerto, se intensificaria na chegada e na largada das embarcações.

A construção de uma fortaleza na margem norte do Tejo, para defender a barra, estava prevista desde o tempo de D. João II. No entanto, foi no reinado de D. Manuel I que Francisco de Arruda, um arquiteto experiente em estruturas defensivas, projetou e dirigiu as obras de execução da Torre dedicada a São Vicente, desde cedo designada por Torre de Belém.

No mesmo período e no mesmo território, frente à Praia do Restelo, edificava-se o Mosteiro dos Jerónimos – a grande casa  monástica fundada por D. Manuel I, entregue à Ordem de São Jerónimo, cujas obras se  iniciaram em 1501-1502.

São muitas as fontes escritas e visuais que testemunham a relação entre estes dois grandes empreendimentos. A título de exemplo, na Chronica do Felicissimo Rei Dom Emanuel, 1566-1567, escreve Damião de Góis:

“Defronte deste edifício mandou el Rei fazer a torre de S. Vicente, que se chama de Belém fundada dentro na agua, para guarda deste Mosteiro, e do porto de Lisboa, edificio que ainda que em si não seja grande em quantidade, contudo a estrutura dele é magnífica. A qual torre se vela de noite, e de dia, de modo que nenhuma vela pode passar sem ser vista, e obedece as salvas que lhe dela fazem com a artilharia.”

Conteúdos editados pela DDCI.

Parta à descoberta com:

Contactos e
Localização

Tutela:
DGPC
Director(a):
Dalila Rodrigues
Endereço:
Torre de Belém, Av. Brasília, 1400-038 Lisboa Endereço Postal: Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém, Praça do Império, 1400-206 Lisboa
GPS:
Lat: 38,69158542388979 Long: -9,215978980064392
Telf(s):
+351 213 620 034
E-mail:
geral@mjeronimos.dgpc.pt
Site:
http://www.torrebelem.pt/

Comboios: Estação de Belém
Autocarros urbanos: 714 (paragem próxima à Torre de Belém); 727, 728, 729, 751, 113, 144, 149 (paragem junto ao Mosteiro dos Jerónimos).
Eléctricos: 15 (paragem próxima à Torre de Belém); 18 (paragem próxima ao Mosteiro dos Jerónimos).
Barco: Estação fluvial de Belém.

Estacionamento: Não dispõe de estacionamento

Acessibilidade: Sem acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida

A Torre de Belém está encerrada.

As condições climáticas e a prevenção de acidentes obrigaram ao encerramento da Torre de Belém.


Outubro a abril , das 10h00 às 17h30. Maio a setembro, das 10h00 às 18h30

Encerra à segunda-feira e nos dias 1 de janeiro, Domingo de Páscoa, 1 de maio, 13 de junho e 25 de dezembro.

Ingresso

Bilhete normal: 6,00 €

Venda de bilhetes - no local

Meios de pagamento: dinheiro, multibanco e cartão Visa

Bilhética on-line DGPC - adquira aqui

Condições de ingressos no Museus e Monumentos da DGPC - consulte aqui

Isenções:

Entrada gratuita aos domingos e feriados até às 14h00 para todos os cidadãos residentes em território nacional.

. Crianças e jovens até aos 12 anos inclusivé*
. Visitantes em situação de desemprego residentes na União Europeia*
. Visitantes com mobilidade reduzida (60% de incapacidade comprovada documentalmente) e 1 acompanhante.
. Membros do ICOM, ICOMOS e APOM
. Investigadores, /conservadores/restauradores, profissionais de museologia e/ou património em exercício de funções*
. Associações culturais (Exclusivamente para os associados de Grupos de Amigos dos Museus, Monumentos e Palácios da DGPC *
. Voluntários em exercício na Direção-Geral do Património Cultural e 1 acompanhante*
. Jornadas Europeias do Património (Domingo)
. Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - 18 de Abril (Exclusivamente para os Monumentos sob tutela da DGPC)
. Dia Internacional dos Museus - 18 de Maio (Exclusivamente para os museus e palácios sob a tutela da DGPC)
. Noite dos Museus e 5ªas á Noite (No acesso às atividades organizadas no âmbito do respetivo programa organizado pela DGPC)
. Profissionais de atividade turística mediante apresentação de comprovativo de registo no RNAAT
. Jornalistas em exercício de funções* mediante comunicação prévia
. Funcionários da DGPC* e 3 acompanhantes
. Professores e alunos de qualquer grau de ensino, incluindo Universidades Sénior ou de 3ª Idade, quando comprovadamente em visita de estudo e mediante marcação prévia confirmada pela Direção do SD*
. Grupos credenciados de Instituições Portuguesas de Solidariedade Social ou de Áreas de Ação Social de Autarquias ou outras Instituições de Interesse Público mediante autorização prévia da Direção da DGPC

* Mediante comprovação documental.

Descontos:

Visitantes com idade igual ou superior a 65 anos* - 50%
Cartão de estudante não enquadrado em visita de estudo - 50%
Cartão Jovem - 50%
Bilhete Família (1/2 adultos + mínimo 2 menores de 18 anos) 50%
Protocolos com entidades terceiras - 20%
Aquisições superiores a 250 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 7,5%
Aquisições superiores a 500 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 10%
Aquisições superiores a 1000 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 15%

* Mediante comprovação documental.


NORMAS GERAIS
É obrigatória marcação prévia para grupos superiores a 50 pessoas.
Os descontos de quantidade não se aplicam a Bilhetes de Circuito.
Todos os descontos aplicados a bilhetes individuais são aplicáveis a Bilhetes de Circuito e a visitas guiadas com exceção das visitas guiadas fora do horário de funcionamento.
Os vouchers emitidos na aquisição antecipada de bilhetes têm a validade de 1 ano.
Os descontos não são acumuláveis.
É proibido fumar ou comer em qualquer local do circuito de visita.

- Cedência e aluguer de espaçosCondições

Marcação de eventos - Formulário

Utilização do espaço - Formulário

Utilização de imagem - Formulário

Loja

- Serviços Educativos

- Visitas guiadas (reserva) - Formulário

O Serviço Educativo da Torre de Belém pretende ajudar os professores a tirar o maior partido do ambiente histórico, qualquer que seja a disciplina que leccione. De facto, a visita a estes monumentos constitui não só uma oportunidade especial para o ensino da História, mas pode também proporcionar experiências aliciantes para estudantes de muitas outras áreas. 

As atividades deste serviço Educativo dirigem-se essencialmente às escolas, mediante marcação.

Para a preparação e o apoio das visitas, encontram-se disponívels: Fichas Pedagógicas / Guiões de Visita (aqui)

  


Consulte aqui:

             (atividades em destaque jan./jun. 2017)


Contactos / Reservas:

Serviço Educativo

Tel.: + 351 21 362 00 34;

Fax: + 351 21 363 91 45;

E-mail: servicoseducativos@mjeronimos.dgpc.pt

Poderá ainda fazer uma reserva preenchendo o Formulário online 

Para saber mais

Museus e Monumentos

Os museus e os monumentos são lugares únicos que nos proporcionam experiências memoráveis e uma aprendizagem indispensável à formação da identidade.

Pela sua beleza e pelo seu enquadramento, pelas suas coleções e pela sua programação cultural, são espaços que transmitem valores, despertam memórias e interagem com a contemporaneidade. Esta área do website dá-lhe o acesso a toda a informação útil respeitante a cada um dos 25 Museus e Monumentos a cargo da DGPC.

É-lhe igualmente disponibilizada informação completa respeitante aos 156 museus agregados na Rede Portuguesa de Museus, credenciados pela DGPC.

+ Monumentos e Museus DGPC

+ Rede Portuguesa de Museus