Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Museu Nacional Grão Vasco

O Museu Nacional Grão Vasco está no centro histórico de Viseu, no Paço dos Três Escalões, junto à Catedral, instalado num imponente edifício de granito, iniciado em 1593, mantém a relação singular entre sobriedade e monumentalidade. No decorrer do séc. XVIII foi construído o 2º piso. No séc. XIX passou de propriedade eclesiástica para o domínio público, vindo a acolher, entre outros serviços, o museu e as suas valiosas coleções. O Museu Nacional Grão Vasco foi fundado a 16 de março de 1916, com o objetivo de preservar e valorizar o património histórico, artístico e arqueológico da região de Viseu, em especial as importantes pinturas da autoria de Vasco Fernandes - o Grão Vasco. Entre 2001 e 2004, o projeto do Arquiteto Eduardo Souto Moura renovou-o e adaptou-o às exigências de um novo programa museológico.

O Museu Nacional Grão Vasco expõe, como coleção principal, um conjunto notável de pinturas de retábulo, da primeira metade do séc. XVI, da autoria de Vasco Fernandes - o Grão Vasco, de colaboradores e contemporâneos. A estas obras executadas maioritariamente para a Catedral de Viseu, juntam-se outras provenientes de igrejas da região, assim como depósitos de outros museus.

O Museu expõe também coleções de pintura, escultura, ourivesaria, faiança portuguesa, porcelana oriental, mobiliário e marfins, do Românico ao Barroco, assim como objetos e suportes figurativos  originalmente destinados a práticas litúrgicas.

A coleção de pintura portuguesa, dos séculos XIX e XX, assume um relevo especial, por integrar obras e artistas muito significativos no contexto da produção deste período.

O Museu possui ainda importantes coleções de arte russa, arqueologia, mineralogia, numismática e desenho.

Merecem especial destaque as 22 obras classificadas como tesouros nacionais, e mais 3 em vias de classificação.

Conteúdos editados pela DGPC/DMCC

Parta à descoberta com:

Contactos e
Localização

Tutela:
DGPC
Director(a):
Odete Paiva - diretora@mngv.dgpc.pt
Endereço:
Paço dos Três Escalões, Adro da Sé - 3500-195 Viseu
GPS:
Lat: 40,66017370932212 Long: -7,910805347290761
Telf(s):
+351 232 422 049
E-mail:
mngv@mngv.dgpc.pt
Site:
http://www.museunacionalgraovasco.gov.pt/

Autocarros urbanos: Autocarros urbanos: 20 ou 22, ao Rossio

Estacionamento: Estacionamento no centro da cidade, parque subterrâneo da Santa Cristina e Campo de Viriato.

3ª feira a domingo: 10h00-13h00 || 14h00-18h00 (última entrada 30 minutos antes do fecho)

Encerrado: Segunda-feira e 1 de janeiro, Domingo de Páscoa, 1 de maio, 21 de setembro (feriado municipal), 25 de dezembro.

Ingresso

Bilhete normal: 8,00 €

Bilhética on-line DGPC - adquira aqui

Isenções:

A gratuitidade de acesso aos MMP aplica -se nas seguintes situações:
a) Domingos e feriados, para todos os cidadãos residentes em território nacional;
b) Crianças e jovens até aos 12 anos, inclusive;
c) Visitantes em situação de desemprego residentes na União Europeia;
d) Investigadores, profissionais de museologia e/ou património, conservadores e restauradores, desde que em exercício de funções;
e) Membros do ICOM, ICOMOS, APOM e trabalhadores dos organismos tutelados pelo Ministério da Cultura;
f) Professores e alunos de qualquer grau de ensino superior, incluindo Universidades Sénior e instituições de formação profissional credenciados, quando comprovadamente em visita de estudo;
g) Grupos com comprovada carência económica;
h) Membros de Grupos de Amigos dos MMP dependentes da Direção -Geral do Património Cultural;
i) Funcionários, voluntários e estagiários dos serviços centrais da DGPC ou dos MMP e um acompanhante;
j) Antigos combatentes e para a viúva ou viúvo de antigo combatente, detentores dos cartões referidos no Estatuto do Antigo Combatente, aprovado no Anexo I da Lei n.º 46/2020, de 20 de agosto;
k) Visitantes com incapacidade comprovada igual ou superior a 60 % e um acompanhante;
l) Profissionais de turismo ou da comunicação social, incluindo as novas plataformas digitais, desde que credenciados e em exercício de funções; m) Visitantes em eventos corporativos ou situações ocasionais;
n) Outras situações com enquadramento legal.
A concessão das gratuitidades está sujeita a acreditação nas bilheteiras ou postos de validação, mediante a apresentação do documento oficial correspondente, válido e atualizado, para cada caso.
Tratando -se de grupos, os casos previstos nas alíneas d), f) e g) estão sujeitos a autorização e marcação prévia por parte da Direção do MMP.
Consideram -se como credenciados para o exercício da respetiva atividade, os profissionais de turismo que estejam inscritos no Registo Nacional das Atividades de Animação Turística (RNAAT), Carteira Profissional do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, Associação Portuguesa dos Guias -Intérpretes e Correios de Turismo (AGIC), Sindicato Nacional de Atividades Turísticas, Tradutores e Intérpretes (SNATTI), ou outras organizações afins.

Descontos:

Ao bilhete normal de acesso aos MMP poderão ser aplicados descontos, em função dos casos e valores previstos na seguinte tabela:
a) Visitantes com idade igual ou superior a 65 anos — 50 %;
b) Jovens entre os 13 e os 24 anos — 50 %;
c) Famílias, desde que constituídas, pelo menos, por 2 elementos, sendo um deles adulto e outro menor — 50 %;
d) Protocolos com entidades terceiras, cuja atividade principal seja compatível com a missão da DGPC — 20 %;
e) Outras situações com enquadramento legal e/ou resultantes de parcerias no âmbito de bilhetes pré -pagos.
A aplicação dos descontos previstos nas alíneas do número anterior requer comprovação nas bilheteiras, mediante a apresentação do documento probatório correspondente, válido e atualizado, para cada caso.
As situações previstas na alínea c) dispensam a apresentação de comprovativo de maternidade e/ou paternidade.
Os descontos ou reduções previstas não são aplicáveis aos pacotes de quantidade, visitas guiadas e aos bilhetes combinados, com exceção dos bilhetes jovens que podem ser cumuláveis como os bilhetes combinados, podendo, ainda, estar sujeito a marcação prévia, a efetuar no sítio eletrónico da DGPC.
São ainda aplicáveis descontos para as aquisições feitas em pacotes de quantidade, de acordo com a seguinte tabela:
a) Aquisições superiores a 250 bilhetes — 7,5 %;
b) Aquisições superiores a 500 bilhetes — 10 %; c) Aquisições superiores a 1000 bilhetes — 15 %.
Os descontos de quantidade previstos nas alíneas do número anterior aplicam -se apenas aos bilhetes da tipologia normal, identificados no artigo 3.º
Os descontos não são acumuláveis com outros descontos, com exceção da gratuitidade conferida aos menores de 12 anos
A gestão e emissão dos pedidos de pacotes em quantidade é efetuada através de canal próprio, junto do serviço competente da DGPC
Os pacotes serão disponibilizados, após confirmação de pagamento.
Poderá ser igualmente solicitada a aquisição de 100 bilhetes para menores de 12 anos (gratuitos).
Os bilhetes adquiridos em pacotes de quantidade são válidos pelo período de 1 ano, não havendo lugar ao seu prolongamento ou revalidação, podendo estar sujeito a marcação prévia, a efetuar no sítio eletrónico da DGPC.

Acolhimento;

Piso 1: Liturgia e Devoção na Idade Média; Diáspora; Escultura Barroca; Artes Decorativas; Pintura Estrangeira; Pintura Maneirista; Pintura séc. XVIII / XIX; Naturalismo; e Columbano.

Piso 2: Retábulo; São Pedro; Calvário; Gaspar Vaz; e Contemporâneos. 

Centro de Documentação/Biblioteca: O museu dispõe de biblioteca e arquivo histórico, com diversos fundos provenientes do Cabido da Sé;

Loja;

Cafetaria;

Cedência e aluguer de espaços;

Auditório;

Serviços Educativos.

O Serviço Educativo do MNGV pretende incentivar o enriquecimento individual, possibilitando uma compreensão acessível das obras expostas e promovendo diversas atividades relacionadas com a arte. Aumentar o interesse e o gosto artístico, desenvolver diferentes competências e despertar emoções são objetivos deste serviço.

Deixe-se encantar e enriquecer pela cultura!


             (atividades em destaque jan./jun. 2017)


Contactos /reservas:

Tel.: +351 232 467 347 / 422 049;

E-mail: se@mngv.dgpc.pt 

  • Museu Grão Vasco. Colecção de Desenhos. Séculos XVIII-XX, IPM/CMV, 2002.
  • Identidades, Pronomes e Emoções. As Regras do Retrato | Identity, Pronouns and Emotions. Composition Rules in Portrait Painting, DGPC / MNGV, 2019.
  • ALÉM DE GRÃO VASCO – Do Douro ao Mondego: a pintura entre o Renascimento e a Contrarreforma, MNGV, 2016.
  • A Arte em Família. Os Almeidas Furtados, IPM, 1998. 

 

Agenda Cultural

Loja

Última actualização: 31 Agosto 2023

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 165 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC