Saltar para o conteúdo principal da página

Os Antunes – Mestres Portugueses de Fazer Cravos, Pianofortes e Pianos (Séculos XVIII e XIX)

<p>A publicação de Os Antunes – Mestres Portugueses de Fazer Cravos, Pianofortes e Pianos (Séculos XVIII e XIX), é o resultado de um estudo da autoria da investigadora Ana Paula Tudela e um enorme contributo para a valorização do núcleo de instrumentos de tecla antiga, que enriquecerá certamente a forma como olhamos para estas peças.</p>
<p>Importante polo de construção de instrumentos de tecla que reuniu em Lisboa várias gerações da mesma família durante o século XVIII, a Oficina Antunes deixou-nos alguns dos únicos exemplares de tradição portuguesa que sobreviveram até aos nossos dias.</p>
<p>Este livro debruça-se sobre o contexto que envolveu a construção de instrumentos de tecla num país que, à época, era tecnicamente sofisticado e nada alheio à conjuntura internacional.</p>
<p>Este livro, por feliz coincidência, é lançado no ano do restauro de um dos Antunes (cravo de 1789), pertencentes ao acervo do Museu<br />Nacional da Música.</p>
<p>Magnificamente ilustrada e documentada, esta edição debruça-se sobre o contexto que envolveu a construção de instrumentos de tecla em Portugal, desde 1694 até 1868.</p>
<p>Neste estudo é igualmente sublinhada a dimensão social e profissional destes artesãos, dentro dum espírito interdisciplinar, que tiveram uma participação preciosa para a compreensão do património instrumental português.</p>

A publicação de Os Antunes – Mestres Portugueses de Fazer Cravos, Pianofortes e Pianos (Séculos XVIII e XIX), é o resultado de um estudo da autoria da investigadora Ana Paula Tudela e um enorme contributo para a valorização do núcleo de instrumentos de tecla antiga, que enriquecerá certamente a forma como olhamos para estas peças.

Importante polo de construção de instrumentos de tecla que reuniu em Lisboa várias gerações da mesma família durante o século XVIII, a Oficina Antunes deixou-nos alguns dos únicos exemplares de tradição portuguesa que sobreviveram até aos nossos dias.

Este livro debruça-se sobre o contexto que envolveu a construção de instrumentos de tecla num país que, à época, era tecnicamente sofisticado e nada alheio à conjuntura internacional.

Este livro, por feliz coincidência, é lançado no ano do restauro de um dos Antunes (cravo de 1789), pertencentes ao acervo do Museu
Nacional da Música.

Magnificamente ilustrada e documentada, esta edição debruça-se sobre o contexto que envolveu a construção de instrumentos de tecla em Portugal, desde 1694 até 1868.

Neste estudo é igualmente sublinhada a dimensão social e profissional destes artesãos, dentro dum espírito interdisciplinar, que tiveram uma participação preciosa para a compreensão do património instrumental português.

Referência: IPPBLIV19946250

Dimensões: 20,2 X 27 X 2,6 (lomb.) cm

Peso: 1106 g

Unitário
Preço
30,00€

Veja também: