Saltar para o conteúdo principal da página

DIM | Dia Internacional dos Museus NEM| Noite Europeia dos Museus

Apresentação

Dia Internacional dos Museus é uma efeméride de grande tradição para o mundo dos museus, tendo a sua celebração tido início em 1977, por iniciativa do ICOM – Conselho Internacional de Museus. Em 2014, cerca de 35.000 museus de 100 países de todos os continentes participaram nas comemorações desta data.

Noite dos Museus foi uma iniciativa proposta em 2005 pelo Ministério da Cultura e da Comunicação de França, recebendo igualmente o apoio do ICOM.

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), na sequência do trabalho desenvolvido pelo Instituto Português de Museus (IPM) e do Instituto dos Museus e da Conservação (IMC), empenha-se em que estas datas sejam motivo de celebração em todo o País e que envolvam o maior número de museus portugueses, nomeadamente os integrados na Rede Portuguesa de Museus (RPM).


Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão
Dia Internacional dos Museus 2020

No âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus 2020, que decorreram a 18 de maio, o ICOM apresentou o tema "Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão", com o objetivo de promover a diversidade e a inclusão nas instituições culturais.
Hoje em dia, muitas são as disparidades que podem ocorrer dentro dos museus e entre estes e os seus visitantes, relacionadas com os mais diversos fatores: origem étnica, género, orientação e identidade sexual, origem socioeconómica, nível de educação, capacidade física, ideias políticas e crenças religiosas. Tendo em conta o seu papel social, os museus podem incentivar de forma relevante a diversidade e a inclusão, desenvolvendo experiências significativas para pessoas de todas as origens. Atendendo, por um lado, aos constrangimentos impostos pela pandemia então em vigor (Covid 19), e, por outro, à reabertura dos museus a 18 de maio, a Direção-Geral do Património Cultural convidou os espaços museológicos da Rede Portuguesa de Museus a associarem-se a estas comemorações, nomeadamente através da partilha de iniciativas que pudessem ser divulgadas on-line e, também, de atividades presenciais.

(No que respeita à Noite dos Museus, tendo em conta as características muito específicas do evento e as limitações impostas pela pandemia ainda vigente, a DGPC não promoveu a comemoração prevista para o dia 16 de maio).

Em resultado, 350 iniciativas integraram o programa geral de atividades divulgado pela DGPC, tendo sido possível contar com a colaboração de 103 entidades de 53 concelhos do país, incluindo os arquipélagos dos Açores e da Madeira.


 

Os museus como plataformas culturais – museus e cidadania 
Dia Internacional dos Museus e da Noite dos Museus (18 de maio) 2019

Em 2019, as comemorações do Dia Internacional dos Museus e da Noite dos Museus realizaram-se a 18 de maio, sob o tema “Os museus como plataformas culturais – museus e cidadania”.
Numa sociedade sujeita a constantes transformações, os museus são plataformas culturais que, para além da sua missão de colecionar, conservar, comunicar, investigar e expor, devem proporcionar aos visitantes as oportunidades de criar, compartilhar e interatuar.
Os espaços museológicos assumem-se hoje como parte integrante de uma rede mundial e, simultaneamente, como pontos focais para as comunidades em que estão inseridos, e neste sentido, têm um importante papel na transposição das necessidades e opiniões das populações do seu território para um contexto global.
A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) convidou os espaços museológicos que integram a Rede Portuguesa de Museus a juntarem-se a estas comemorações através da realização de iniciativas no âmbito do tema apresentado, destacando a sua responsabilidade enquanto plataformas culturais que privilegiam a interação com as respetivas comunidades.
A larga adesão a este convite, proporcionou ao público um vasto e diversificado programa de atividades o qual, como habitualmente, foi divulgado e promovido pela DGPC.
Assim, em 2019, realizaram-se 660 atividades (448 relativas ao Dia Internacional dos Museus e 212 à Noite dos Museus), organizadas por 101 instituições de 56 concelhos do país, incluindo os arquipélagos dos Açores e da Madeira.


 

Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos
Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e Noite Europeia dos Museus (19 de maio) 2018

Em 2018, o Dia Internacional dos Museus e a Noite Europeia dos Museus celebraram-se a 18 e 19 de maio respetivamente, sob o tema “Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”.

Tendo em conta a rede global de conexões que caracteriza o mundo em que vivemos, o ICOM, através deste tema, procurou salientar a importância da aproximação dos museus aos vários setores da sociedade e lançar o debate sobre o papel que as novas tecnologias podem desempenhar na consecução desse objetivo.

A digitalização das coleções, a presença de elementos multimédia nas exposições ou o hashtag, são apenas alguns dos recursos disponíveis para interpretar e apresentar os diversos acervos, e para alcançar novas minorias, grupos étnicos ou instituições locais de uma sociedade em constante transformação.

À semelhança dos anos anteriores, a Direção-Geral do Património Cultural convidou as instituições que integram a Rede Portuguesa de Museus a associarem-se a ambos os eventos, promovendo igualmente a divulgação do programa geral de atividades.

Como resultado, em 2018, realizaram-se 601 iniciativas (421 relativas ao Dia Internacional dos Museus e 180 à Noite dos Museus), organizadas por 88 espaços museológicos distribuídos por 54 concelhos do território continental e dos arquipélagos dos Açores e da Madeira.


Museus e Histórias Controversas. Dizer o Indizível em Museus.
Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e Noite Europeia dos Museus (20 de maio) 2017

Em 2017, o ICOM definiu para o Dia Internacional dos Museus o tema Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus, como mote para uma reflexão diferenciada do papel destes espaços nas comunidades e na sociedade em geral. 

São os museus locais que albergam histórias controversas? As comunidades de profissionais, estudiosos e amigos dos museus estão preparadas e disponíveis para debater estas problemáticas que, no passado e na atualidade, são fraturantes na sociedade? E o tratamento destes temas pode contribuir para um maior enraizamento dos museus na comunidade e para incrementar o seu papel na sociedade?

Em Portugal, esta abordagem teve como preocupação tornar os equipamentos museológicos integrados na Rede Portuguesa de Museus mais conhecidos, mais próximos e ativos, aprofundar a sua ligação com os visitantes e envolver novos públicos em torno do conhecimento das coleções e da salvaguarda e valorização do património cultural.

No sábado, 20 de maio, celebrou-se mais uma Noite dos Museus, iniciativa lançada em 2005 pelo Ministério da Cultura e da Comunicação de França. Nesta ocasião, os museus portugueses organizaram múltiplas atividades – espetáculos de teatro e dança, intervenções musicais, performances, visitas guiadas e encenadas, entre outras -, convidando os visitantes a usufruírem, no período noturno, de experiências culturalmente enriquecedoras. 

Este ano integraram estes eventos, 84 espaços museológicos, distribuídos por 46 concelhos do país, através da realização de 588 atividades dirigidas a diferentes públicos (375 no Dia dos Museus e 213 na Noite dos Museus), verificando-se um aumento significativo em relação ao ano anterior. 


Museus e Paisagens Culturais
Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e Noite Europeia dos Museus (21 de maio) 2016

Em 2016, o Dia Internacional dos Museus e a Noite dos Museus realizaram-se nos dias 18 e 21 de maio respetivamente, sob o tema Museus e Paisagens Culturais, proposto pelo ICOM Internacional.

A escolha deste tema teve como principal objetivo promover a ideia de museu enquanto centro territorial de uma proteção ativa da paisagem cultural. A responsabilidade de zelar pela sua proteção e valorização cabe também aos museus, designadamente através da interpretação do património, do território e da paisagem, da transmissão deste conhecimento e da sensibilização das comunidades para o papel interventivo que podem desempenhar na sua conservação, valorização e enriquecimento.

A Direção-Geral do Património Cultural, coordenadora nacional do evento, convidou todos os espaços museológicos integrados na Rede Portuguesa de Museus a juntarem-se a estas duas iniciativas.

Em resultado, 80 museus, palácios e monumentos, inseridos em 48 localidades e 46 concelhos, realizaram cerca de 450 atividades. Deste total, 157 correspondem a iniciativas integradas na comemoração da Noite dos Museus.


Museus para uma sociedade sustentável
Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e Noite Europeia dos Museus (16 de maio) 2015

Nos dias 16 e 18 de Maio comemoraram-se, respetivamente, a Noite dos Museus e o Dia Internacional dos Museus, contando com o envolvimento de numerosas instituições em Portugal. 

O tema proposto pelo ICOM para 2015 - Museus para uma sociedade sustentável- teve como objetivo promover a consciência para os efeitos da atuação humana sobre o ambiente, e destacar o papel dos museus no desenvolvimento de novos métodos de pensar e de agir, garantindo o respeito pelos limites e pela diversidade da natureza.

A Direção-Geral do Património Cultural, coordenadora nacional do evento, convidou todos os espaços museológicos integrados na Rede Portuguesa de Museus a juntarem-se a estas duas iniciativas.

Assim, em 2015, 70 museus participaram com cerca de 430 atividades muito diversas,promovendo experiências apelativas e fora da oferta habitual; destas atividades, mais de 140 realizaram-se na Noite dos Museus, permitindo ao público vivenciar os espaços numa perspetiva diferente, através de uma programação especialmente organizada para aquele ambiente e horário específicos.


 

Museus: As Colecções criam Conexões
Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e Noite Europeia dos Museus (17 de maio) 2014

O tema definido pelo ICOM para as comemorações do Dia Internacional dos Museus em 2014 - Museus: as coleções criam conexões - recorda-nos que os Museus são instituições vivas que ajudam a criar laços entre visitantes, gerações e culturas em todo o mundo.

Como habitualmente, a Direção-Geral do Património Cultural participou ativamente na organização do Dia e da Noite dos Museus, dinamizando um conjunto variado de atividades e iniciativas nos seus museus e palácios nacionais, e articulou com os espaços museológicos integrados na Rede Portuguesa de Museus a celebração destas datas, procurando afirmar o papel das instituições museológicas na vida cultural e na dinamização das comunidades em que estão inseridos.


Museus (Memória + Criatividade) = Mudança Social
Dia Internacional dos Museus e Noite Europeia dos Museus (18 de maio) 2013

O Comité Consultivo do ICOM propõe o tema do Dia Internacional dos Museus com o objectivo de reforçar os laços dos museus com a sociedade.
Em 2013, o tema que norteou as comemorações do Dia Internacional dos Museus foi: Museus (Memória + Criatividade) = Mudança Social.
A riqueza e diversidade das coleções, estudadas, preservadas e expostas nos museus, em articulação com a vitalidade e criatividade que têm caracterizado o sector dos museus nos últimos anos, constituem os principais ativos deste sector. Reconciliar a conservação dos acervos, missão tradicional dos museus, com a criatividade necessária para divulgação de espaços e coleções, e captação e fidelização de públicos – este é o caminho que os museus estão a percorrer, seguros que a sua presença e atividade podem constituir-se como um importante elemento de transformação da sociedade num sentido construtivo.
O tema do Dia Internacional dos Museus 2013 procurou conciliar de forma dinâmica diversos pilares definidores dos museus contemporâneos, chamando a tenção para a natureza universal das instituições museológicas e para o seu impacto positivo nas comunidades. Esta conjugação de conceitos sintetiza a complexidade da missão e objetivos dos museus, sinalizando que estes estão destinados a contribuir para o desenvolvimento social.


Museus num Mundo em Mudança. Novos desafios, Novas Inspirações.
Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e Noite Europeia dos Museus (19 de maio) 2012

Em 2012, celebrou-se o 35º aniversário da comemoração do Dia Internacional dos Museus.

O tema proposto para 2012 foi Museus num Mundo em Mudança. Novos desafios, novas inspirações.

Para as celebrações do 18 de Maio de 2012, o ICOM sugeriu cinco pontos relevantes para auxiliar na estruturação dos programas a desenvolver nesta ocasião:

  •  O papel dos museus na “nova sociedade”. Os Museus desempenham um papel fundamental no desenvolvimento através da educação. Eles são testemunhos do passado e guardiões dos tesouros da humanidade para as gerações futuras.
  •  A Sustentabilidade ambiental. Defensor do desenvolvimento sustentável e verdadeiro laboratório de boas práticas, o museu procura cada vez mais reduzir o seu impacto sobre o meio ambiente.
  •  Como Usar o Passado para Construir o Futuro? Os museus contribuem para a transmissão do património junto das gerações futuras e estabelecem um vínculo permanente com o passado graças a mensagens que têm impacto universal.
  •  Os Novos media. Os museus recorrem e tiram partido das novas tecnologias de comunicação.
  •  A Inovação. Os museus procuram inovar para responder às mudanças sociais e às expectativas dos seus visitantes.

Museus e Memória
Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e Noite Europeia dos Museus (14 de maio) 2012 

O mês de Maio é marcado por duas importantes celebrações: a Noite dos Museus e o Dia Internacional dos Museus. 

A 14 de Maio, realizou-sea 7ª edição da Noite dos Museus, uma proposta do Ministério da Cultura e da Comunicação de França iniciada em 2005, a qual se têm juntado sobretudo os museus da Europa, incluindo os portugueses. 

Dia Internacional dos Museus, iniciativa do ICOM – Conselho Internacional de Museus, celebra-se desde o ano de 1977 a 18 de Maio, com actividades muito diversificadas, este ano sob o tema Museu e Memória

Associando-se às celebrações, o ICOM Portugal organizou no dia 8 de Março as IX Jornadas ICOM dedicando-as ao tema “Museus e Memória: Os objectos contam a nossa história”. [http://www.icom-portugal.org]  

Museu e Memória – A memória é apanágio dos museus desde sempre. Os museus guardam memória/memórias. Constroem memória, despertam-na, informam-na, acrescentam-na, aprofundam-na, filtram-na, seleccionam-na, valorizam-na. As colecções e patrimónios, conceitos cada vez mais amplos, estão associados a memórias individuais e colectivas. Ajudar a interpretar, a compreender e a tornar acessíveis memórias ligadas a objectos, documentos, imagens, testemunhos orais e outros tantos suportes é, sem dúvida, tarefa quotidiana dos museus.

O ICOM sugere alguns tópicos para pensar o tema “Museus e Memória”:

- preservação e acesso a colecções e a documentação;
- história do museu: qual é o objecto do museu?
- memória esquecida;
- relação memória, comunidade e identidade, incluindo identidade familiar;
- contributo cultural de África para o mundo

Evolução dos públicos do Dia e da Noite dos Museus (consulte: anexo pdf. )