Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Fonte de São Pedro de Penaferrim - detalhe

Designação

Designação

Fonte de São Pedro de Penaferrim

Outras Designações / Pesquisas

Fonte de São Pedro de Sintra / Fonte de São Pedro de Penaferrim / Fonte de São Pedro de Sintra (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Sintra / Sintra (Santa Maria e São Miguel, São Martinho e São Pedro de Penaferrim)

Endereço / Local

Largo D. Fernando II
Sintra

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

Edital N.º 205/06 de 18-05-2006 da CM de Sintra
Deliberação de 24-02-2006 da AM de Sintra a aprovar a classificação como de IM
Deliberação de 25-01-2006 da CM de Sintra a aprovar a classificação como de IM
Em 15-12-2005 foi dado conhecimento do despacho à CM de Sintra
Despacho de concordância de 22-11-2005 do presidente do IPPAR, com o consequente arquivamento do procedimento de classificação de âmbito nacional
Informação favorável de 2-11-2005 da DR de Lisboa, por não ter valor nacional
Pedido de parecer de 13-07-2004 da CM de Sintra sobre a eventual classificação como de IM

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

Abrangido pela Zona Tampão da "Paisagem Cultural e Natural de Sintra", incluída na Lista de Património Mundial - ZEP (nº 2 do art.º 72.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, de 23 de Outubro)

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
A fonte de São Pedro de Penaferrim está situada no Largo D. Fernando II, também conhecido como Largo da Feira, onde se realiza a tradicional feira instituída pela rainha D. Maria II. Ocupa um recanto do largo, junto ao murete de delimitação do recinto e diante da estrada. A fonte foi projetada pelo arquiteto Raul Lino, que tinha em Sintra, e particularmente em São Pedro, um dos seus locais de eleição. Foi inaugurada publicamente em 1929, embora estivesse concluída no ano anterior.
Trata-se de um singelo edifício de planta centralizada, coberto por cúpula, cuja feição de tempietto revela uma conceção erudita, de inspiração classicizante. A metade posterior da estrutura é fechada por pano corrido, ao centro do qual se localiza a bica. A frontaria é vazada por três largos vãos quadrangulares, os dois laterais sobre muretes baixos com parapeito de pedra, e o central de acesso ao interior. Os vãos são divididos por duas colunas clássicas, de tipo dórico, com ligeira entasis, que flanqueiam o vão de acesso. Sobre estas colunas assenta um friso liso com cornija saliente, que antecede o lançamento da cúpula. Esta é finalmente encimada pelas chaves do céu, referência simbólica a São Pedro, orago da freguesia, e igualmente da referida feira.
No interior, destaca-se um lambril e bancos corridos forrados a azulejos de padrão, centrados pela bica, composta por simples torneira, e pela bacia circular sobre colunelo. A enquadrar a bica existe um painel cerâmico com um sol radiante.
História
No interior da fonte está colocada uma placa comemorativa, que recorda ter sido o fontanário oferecido pela Junta de Freguesia de São Pedro de Penaferrim à Câmara Municipal de Sintra.
Sílvia Leite / DIDA / IGESPAR, I.P. / 17-08-2007. Atualização de Maria Ramalho/DGPC/2015.

Imagens

Bibliografia

Título

Obras, vol. V

Local

Sintra

Data

1998

Autor(es)

AZEVEDO, José Alfredo da Costa