Saltar para o conteúdo principal da página

Casa da 1.ª Infância - detalhe

Designação

Designação

Casa da 1.ª Infância

Outras Designações / Pesquisas

Casa da Primeira Infância da Misericórdia de Loulé
Centro de Assistência Social Polivalente de Loulé
Creche Silvina Bonixe
Creche Silvina Boniche / Centro de Assistência Social Polivalente / Casa da Primeira Infância - Creche Silvina Bonixe (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Faro / Loulé / Loulé (São Clemente)

Endereço / Local

Rua Ascensão Guimarães
Loulé

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIM - Monumento de Interesse Municipal

Cronologia

Aviso n.º 17943/2019, DR, 2.ª série, n.º 217, de 12-11-2019 (ver Aviso)
Despacho de 28-07-2015 a alterar a categoria de classificação para MIM
Edital de 18-10-2012 da CM de Loulé
Classificação aprovada pela AM de Loulé em 12-10-2012
Deliberação camarária de 26-09-2012 a aprovar a classificação como de IM
Deliberação camarária de 15-07-2009 para início do procedimento de classificação para IM
Procedimento caducado nos termos do artigo 78.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, N.º 206 de 23-10-2009 (ver Diploma)
Parecer de 1-10-2008 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P. a propor a não classificação nacional
Proposta de 23-11-2007 da DRC do Algarve para a classificação como IIP
Despacho de 12-05-2006 da vice-presidente do IPPAR a não concordar com a avaliação e a determinar a abertura do procedimento de classificação
Proposta de 3-04-2006 da DR de Faro para arquivamento e envio de cópia do processo à CM de Loulé para classificação como de IM
Despacho n.º 85/GP/05 de 29-09-2005 do presidente do IPPAR a determinar que se estude a classificação
classificação

ZEP

Sem efeito, por ter caducado o procedimento de classificação de âmbito nacional
Proposta de 23-11-2007 da DRC do Algarve

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Localizado a Norte da zona histórica de Loulé, numa área de expansão recente, o "Centro de Assistência Polivalente de Loulé" forma, com o seu congénere de Olhão, um conjunto ímpar no panorama da arquitetura moderna do Sul de Portugal (AGAREZ, R. IPA.00016263). Este projeto é também, à escala nacional, um exemplo pioneiro da política assistencial do Estado de finais dos anos 50 que procurava congregar, num único espaço, um conjunto de serviços de apoio à população como um jardim-de-infância, uma creche e um centro de assistência materno-infantil que incluía, entre outras valências, consultas médicas e distribuição de alimentos.
O projeto, implantado num lote muito arborizado de desenho triangular, integra dois corpos paralelepipédicos paralelos, mas desencontrados, que surgem interligados por uma rampa perpendicular, sendo o edifício de maiores dimensões o que se encontra a Norte.
Interligando os dois corpos surge a cobertura de uma única água com uma ligeira pendente. A construção integra ainda soluções variadas que combinam pórticos estruturais em betão armado, abobadilhas cerâmicas, paredes em alvenaria de pedra e interiores em tabique modelar de tijolo maciço. No corpo a Norte é de referir ainda a presença muito expressiva de lâminas quebra-sol e grelhagens cerâmicas. No interior destaque-se, ao nível dos pavimentos, o uso de tijoleira, mosaico hidráulico e tacos de madeira.
O projeto inicial de Manuel Maria Cristóvão Laginha (1919-1985) e Rogério Buridant de Castro Martins (1920-1997) foi concebido para que o corpo maior se destinasse a uma creche para 50 crianças, com dois dormitórios separados por um gabinete onde ficava instalada a vigilante. Incluía ainda um refeitório, uma cozinha, uma despensa e uma zona destinada ao pessoal. Para além destes espaços estava ainda prevista uma zona de receção, área de amamentação, salas para a diretora e para o médico, secretaria e instalações sanitárias. Era também nesta zona, no espaço fronteiro, que se abria a maior área de recreio.
Na área localizada mais a Sul, perto da entrada, implantou-se um outro corpo, desta vez de dois andares, destinado a albergar, no piso térreo, as áreas reservadas ao inquérito social e assistência familiar, cotando ainda com um recreio coberto. Para o piso superior, por sua vez, estava prevista a instalação da cozinha e de um vestiário destinado ao Núcleo da Assistência Familiar, para além de outros compartimentos, possuindo ainda, como espaço exterior, uma ampla varanda.

História
Inaugurado em 1958, juntamente com o Centro de Assistência Social Polivalente de Olhão, este projeto será alvo de alterações logo em 1975 com a instalação de um jardim de infância no piso superior do edifício a Sul. O espaço servia então para um total de 80 crianças, a maioria das quais filhos de famílias necessitadas. Em 1980 a assistência materno-infantil, última valência do género ainda em funcionamento no Centro, será transferida para o Centro de Saúde de Loulé seguindo-se, em 1983, uma nova campanha de obras de remodelação que resultará na troca de localizações da creche e do jardim-de-infância, alterando-se ainda outros espaços, incluindo o encerramento de algumas zonas que antes eram exteriores. Novamente em 1997 são levadas a cabo obras na área da creche, adaptando-se a grande sala do núcleo de assistência à família a quatro salas independentes destinadas a berçários, tendo também sido coberto o terraço para instalação de mais duas salas. Data igualmente desta época a cobertura da varanda com chapa perfilada.
A partir dos inícios do século XXI até à atualidade o edifício continuou a ser alvo de intervenções que, apesar de terem como objetivo a sua adequação a novas valências e necessidades, acabam por aos poucos, e sem uma visão de conjunto devidamente informada arquitetonicamente, desvirtuar uma obra a todos os títulos notável.

Maria Ramalho/DGPC/2018.

Imagens

Bibliografia

Título

O Centro de Assistência Social Polivalente de Loulé no arquivo do arquitecto Manuel Laginha

Local

Lisboa

Data

2005

Autor(es)

Ricardo AGAREZ