Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de Castelo - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de Castelo

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de Castelo(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Moimenta da Beira / Castelo

Endereço / Local

Rua João Fernandes
Moimenta da Beira

Largo do Pelourinho
Moimenta da Beira

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O antigo concelho de Castelo está referenciado a partir do século XVI, embora não se lhe conheça qualquer foral. Funcionou com administração autónoma e jurisdição própria até 1836, quando foi extinto, e integrado em Moimenta da Beira, do qual é actual freguesia. Conserva ainda o seu pelourinho, muito singelo, levantado num pequeno largo da povoação, junto a um muro de pedra muito rústico.
O pelourinho assenta num soco de dois degraus quadrangulares, de aresta, e muito desgastados. A coluna encaixa directamente no degrau superior, e é composta por um fuste extremamente rústico, de secção quadrada, praticamente sem afeiçoamento e muito irregular. É encimado por duas peças cúbicas sobrepostas, com sensivelmente a mesma secção do fuste, sendo o bloco superior rematado em pequena pirâmide quadrada. Este bloco tem duas faces molduradas, com possível decoração ilegível, e ainda uma data incisa, 1669. É provável que se trate de um monumento levantado nesse ano, já que a sua tipologia torna impossível qualquer outra forma de datação.
Sílvia Leite

Imagens

Bibliografia

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde