Saltar para o conteúdo principal da página

Estação de Arte Rupestre de Molelinhos - detalhe

Designação

Designação

Estação de Arte Rupestre de Molelinhos

Outras Designações / Pesquisas

Gravuras rupestres de Molelinhos / Estação de Arte Rupestre de Molelinhos (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt) / (Ver Ficha em www.arqueologia.patrimoniocultural.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Arte Rupestre

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Tondela / Molelos

Endereço / Local

-- -
Molelos

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 26-A/92, DR, I Série-B, n.º 126, de 1-06-1992 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Sítio
A Estação de Arte Rupestre de Molelinhos localiza-se na freguesia de Molelos, concelho de Tondela, sensivelmente a 2 km a sudoeste da povoação de Molelinhos. Implanta-se na margem direita de uma pequena linha de água, o Ribeiro do Carvalhal, que desagua no rio Criz que corre a poente a uns escassos 100 metros.
O núcleo de Arte Rupestre ao ar livre de Molelinhos é constituído por seis painéis gravados num afloramento de xisto acinzentado, subverticais, decorados, com mais de uma centena de motivos, distribuídos por uma área aproximada de 500 m². A superfície insculpida foi previamente aplanada.
No reportório figurativo destacam-se sobretudo as armas, balizadas entre o Bronze Final e a II Idade do Ferro. Encontram-se representadas lanças, lâminas afalcatadas e punhais acompanhadas de alguns utensílios como lâminas e foices. Estão ainda presentes antropomorfos, podomorfos e diversos pictogramas tais como reticulados, ziguezagues, escalariformes, círculos, triângulos, covinhas e idoliforme, alguns dos quais podem recuar ao Calcolítico. Um dos painéis apresenta uma cabeça de equídeo esquemática. O conjunto constituído por um cabrídeo, uma foice e uma lança, gravado numa das rochas é de execução muito recente, presumivelmente de meados do século XX.
A técnica empregue para a gravação das rochas foi a picotagem, a abrasão e a incisão filiforme.
História
O conhecimento deste núcleo de arte rupestre deve-se António Almiro Vale, médico a exercer em Tondela, que as identificou em 1932. Mário Varela Gomes e Jorge Pinho Monteiro efetuaram um estudo preliminar do monumento de forma a fundamentar a sua proposta de classificação. Em 1989, a pedido da Câmara Municipal de Tondela, o Serviço Regional de Arqueologia da Zona Centro do então IPCC, realizou o levantamento do sítio arqueológico, sob a direção cientifica de Ana Leite da Cunha. A empreitada de conservação e musealização da Estação de Arte Rupestre de Molelinhos, em 2012, obrigou à realização de trabalhos arqueológicos com a realização de oito sondagens e acompanhamento da obra, não tendo sido identificados vestígios arqueológicos.
Ana Vale
DGPC, 2019

Bibliografia

Título

Arte rupestre pós-glaciária. Esquematismo e abstracção , História da Arte em Portugal

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

BAPTISTA, António Martinho

Título

Aspectos da Pré-história da Beira Interior

Local

Tondela

Data

1997

Autor(es)

VILAÇA, Raquel Maria da Rosa

Título

Estação de arte rupestre de Molelinhos: notícia preliminar, Actas das 4ªs Jornadas Arqueológicas

Local

Lisboa

Data

1991

Autor(es)

CUNHA, Ana Maria Cameirão Leite da

Título

Roteiro Arqueológico da Região de Turismo Dão Lafões

Local

Viseu

Data

1994

Autor(es)

VAZ, João Luís da Inês, PEDRO, Ivone dos Santos da Silva, ADOLFO, Jorge

Título

A Terra de Besteiros e o Actual Concelho de Tondela

Local

Tondela

Data

1981

Autor(es)

CARVALHO, Amadeu Ferraz de

Título

A arte rupestre no concelho de Tondela: Uma perspectiva diacrónica, Actas do II Congresso de Arqueologia de Trás-os-Montes, Alto Douro e Beira Interio

Local

-

Data

-

Autor(es)

-

Título

A srte rupestre na proto-história antiga do Vale de Besteiros: interpretação e territorialidade, Conimbriga, Vol. XLV

Local

-

Data

2006

Autor(es)

SANTOS, André Tomás

Título

Estação de Arte Rupestre de Molelinhos. Relatório de 1989.

Local

-

Data

1989

Autor(es)

CUNHA, Ana Maria Cameirão Leite da