Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de Esposende - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de Esposende

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de Esposende (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Braga / Esposende / Esposende, Marinhas e Gandra

Endereço / Local

Largo do Pelourinho
Esposende

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Apesar de ser povoação muito antiga, já designada de Esposendi nas Inquirições de 1258, Esposende subiu à categoria de vila e sede de Concelho apenas em 1572, por Carta Régia de D. Sebastião. Na sequência deste documento terá sido erguido o edifício dos Paços do Concelho, bem como o pelourinho. Este monumento foi, no entanto, desmantelado em 1867, durante as obras de construção de uma estrada na localidade. Foi restaurado no início do século XX, aparentemente reaproveitando-se alguns elementos originais.
O pelourinho assenta numa plataforma de três degraus quadrangulares, de rebordo. A coluna ergue-se sobre plinto sensivelmente cúbico, com faces molduradas, rematado por ressaltos quadrangulares na base e topo. Possui pedestal de secção quadrangular, composto por molduras escalonadas, a partir do qual se eleva o fuste. Este é um pilar octogonal, de faces lisas, cingido na zona medial por um anel em ferro com argola de sujeição. O capitel é constituído por dois filetes oitavados, encimados por ábaco com a mesma configuração. Um plinto quadrado, com molduras crescentes na base e no topo, constitui o remate. Tem três faces decoradas com florões, e uma com a cruz da Ordem de Cristo. O conjunto é coroado por um pequeno pináculo cónico sobrepujado pela esfera armilar.
Sílvia Leite

Imagens

Bibliografia

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde