Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de São Mamede de Ribatua - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de São Mamede de Ribatua

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de São Mamede de Riba Tua
Pelourinho de Ribatua / Pelourinho de São Mamede de Ribatua(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Vila Real / Alijó / São Mamede de Ribatua

Endereço / Local

-- -
São Mamede de Ribatua

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Com vestígios arqueológicos que testemunham a presença humana desde a Pré-história, nomeadamente durante o Neo-calcolítico, como evidenciam, entre outros, os exemplares de tipologia funerária megalítica, o território correspondente, na actualidade, ao concelho de Alijó cedo mereceu particular atenção por parte dos soberanos portugueses, sobretudo atendendo ao seu posicionamento estratégico no decurso do longo processo de formação e consolidação das fronteiras nacionais, recebendo foral de D. Sancho II (1209-1248), renovado por D. Afonso III (1210-1279), e de D. Manuel I (1469-1521), que lhendoou novo foral.
De entre as freguesias que compõem o seu termo administrativo, destaca-se a de São Mamede de Ribatua, localidade que desempenhou papel de não somenos importância neste movimento, registando as inquirições realizadas em 1220 a existência, na sua paróquia, de dezasseis habitações, número algo significativo para a região naquela época. Uma relevância que, à semelhança de tantas outras aldeias, seria formalmente reconhecida com a concessão de foral, num testemunho do alcance e do reforço do poder municipal e local.
Uma autonomia materializada, entre outras estruturas, no "Pelourinho de São Mamede de Ribatua".
Ainda que se aponte o século XII para a edificação do primitivo exemplar, o pelourinho que hoje visionamos é construção quinhentista, sendo constituído por coluna de fuste cilíndrico assente sobre soco formado por cinco degraus de planta octogonal, possuindo capitel tipo "gaiola" - um elemento decorativo tipicamente manuelino - encimado por pirâmide.
[AMartins]

Bibliografia

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde

Título

São Mamede de Ribatua, Tesouros Artísticos de Portugal

Local

Lisboa

Data

1976

Autor(es)

ALMEIDA, José António Ferreira de

Título

Monografia do concelho de Alijó

Local

Lisboa

Data

1963

Autor(es)

LEITÃO, Fernando Rodrigues