Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de Soalhães - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de Soalhães

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de Soalhães(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Marco de Canaveses / Soalhães

Endereço / Local

Rua do Eiró
Soalhães

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O morgado de Soalhães foi instituído em 1034 por D. João Martins, Bispo de Lisboa. Na região existiu um mosteiro, cuja mais antiga referência data igualmente do século XI, que foi extinto por D. Sancho II antes de 1245. Nessa mesma centúria, a povoação já é concelho, embora o foral chegue apenas em 1514, por doação de D. Manuel. Finalmente, em 1853 Soalhães passa à categoria de freguesia de Marco de Canaveses. Conserva ainda o seu pelourinho, talvez construído na sequência do foral manuelino.
O pelourinho, em granito, ergue-se sobre soco de três degraus quadrangulares, encimados por uma quarta plataforma, mais elevada e com as arestas superiores chanfradas, servindo de base à coluna, que nela encaixa. A coluna possui fuste cilíndrico e liso, e é directamente rematada por ábaco ou tabuleiro quadrado, sem capitel. Este tabuleiro é constituído por três molduras crescentes, sendo a do topo encimada por quatro pináculos cantonais e um pináculo central, de idêntica tipologia, mas de dimensão muito superior. Os pináculos são constituídos por uma peça de base quadrangular e remate em pirâmide quadrada, tipo ponta de seta.
Embora o monumento possa corresponder ao período manuelino, não é fácil datá-lo com precisão; e é ainda possível que seja bastante mais tardio.
Sílvia Leite

Imagens

Bibliografia

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde