Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de Nossa Senhora da Piedade - detalhe

Designação

Designação

Igreja de Nossa Senhora da Piedade

Outras Designações / Pesquisas

Convento e Igreja de Nossa Senhora da Piedade(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Santarém / União de Freguesias da cidade de Santarém

Endereço / Local

Praça Sá da Bandeira
Santarém

Largo da Piedade
Santarém

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 24 348, DG, I Série, n.º 188, de 11-08-1934 (ver Decreto)

ZEP

Portaria de 2-10-1959, publicada no DG, II Série, n.º 10, de 13-01-1960 (com ZNA) (ZEP da Igreja do Seminário, dos Vestígios do Paço, da janela manuelina e da Igreja de Nossa Senhora da Piedade)
Despacho de homologação de 1-09-1959
Parecer favorável de 13-08-1959 da 1.ª Sub-Secção da 6.ª Secção da JNE
Proposta de alteração de 15-07-1959 da DGEMN
Portaria de 30-08-1946, publicada no DG, n.º 23, de 2-10-1946
Despacho de homologação de 18-06-1946 do Subsecretário de Estado da Educação Nacional
Parecer favorável de 14-06-1946 da 1.ª Sub-Secção da 6.ª Secção da JNE
Proposta da DGEMN

Zona "non aedificandi"

Portaria de 2-10-1959, publicada no DG, II Série, n.º 10, de 13-01-1960
Portaria de 30-08-1946, publicada no DG, n.º 23, de 2-10-1946

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Igreja de Nossa Senhora da Piedade, peça proto-barroca de arquitectura centralizada em cruz grega, foi mandada edificar no ano de 1664, por iniciativa régia de D. Afonso VI, sob traças do arquitecto régio João Nunes Tinoco, aquando da reestruturação da área urbana do Paço Real de Santarém. O templo, que só ficou concluída no reinado de D. Pedro II entre 1688 e 1691, foi erguido em propriedade real sobre os alicerces de uma singela ermida, fundada em 1611, pelo religioso capucho, Afonso da Piedade, foi levantada em sinal de agradecimento pelo "Milagre da Senhora da Piedade" ocorrido em 11 de Julho de 1663, que viria a concorrer, segundo a crença popular e religiosa, para a vitória portuguesa na batalha do Ameixial.
O andamento das obras foi atribulado devido a diversos contenciosos com os priores do Salvador de Santarém, por este motivo a igreja, que havia sido cedida aos frades Agostinhos em 1688, só foi entregue a estes religiosos sete anos mais tarde, em 1695. Segundo documentação estudada pelo historiador de arte Rafael Moreira, a traça maneirista de estrutura centralizada deveu-se ao arquitecto da Casa Real, João Nunes Tinoco. No entanto, a partir de 1688 a superintendência das obras ficou a cargo de Roque Monteiro Paim e a cúpula foi desenvolvida segundo o risco do mestre de obras Jácome Mendes.
O edifício, em cruz grega, apresenta um corpo central octogonal, sobrepujado por cúpula assente em silharia de pedra rematada com coruchéu facetado. A capela-mor, com abóbada de caixotões, localiza-se num dos braços da cruz, encostando na estrutura da antiga Porta de Leiria, uma das antigas portas da muralha medieval, de que ainda subsistem vestígios por detrás do altar-mor. Os restantes três braços são ocupados, no interior, por capelas em arco de volta perfeita preenchidas com diversos altares.
A igreja de Nossa Senhora da Piedade é, pelo ritmo dos seus panos murários anunciadora da gramática artística barroca, ainda que a limpidez de tratamento dos portais, de delicada molduração, como observou George Kubler, se integrem dentro da tradição 'chã' da arquitectura portuguesa da Restauração. Destaque para a tela setecentista do altar-mor, Nossa Senhora da Boa Viagem, da autoria de Manuel José Gonçalves (1716-1754), filho de André Gonçalves, com o interesse maior de incluír na zona inferior um trecho da barra de Lisboa com a Torre de Belém.
R.F.F.

Imagens

Bibliografia

Título

Monumentos e Lendas de Santarém

Local

-

Data

1883

Autor(es)

BRANDÃO, Zeferino N. G.

Título

«Capela Real da Piedade», in Correio da Extremadura

Local

-

Data

1903

Autor(es)

JESUS, Frei Luís de

Título

História Miscellane que compreende a fundação dos Religioso Descalços de Santo Agostinho da Villa de Santarém

Local

-

Data

1734

Autor(es)

JESUS, Frei Luís de

Título

As Cidades e as Vilas da Monarquia Portuguesa que têm brasão de armas

Local

Lisboa

Data

1860

Autor(es)

BARBOSA, Inácio de Vilhena