Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja da Santa Casa da Misericórdia do Sardoal, incluindo o seu recheio - detalhe

Designação

Designação

Igreja da Santa Casa da Misericórdia do Sardoal, incluindo o seu recheio

Outras Designações / Pesquisas

Igreja da Santa Casa da Misericórdia do Sardoal(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Sardoal / Sardoal

Endereço / Local

Rua da Misericórdia
Sardoal

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 251/70, DG, I Série, n.º 129, de 3-06-1970 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Fundada em meados do século XVI, a Irmandade da Misericórdia do Sardoal foi instalada numa antiga ermida da vila, edificada na década de 1370 por ordem de D. Fernando. Em 1511 foram iniciadas obras de ampliação e remodelação da capela, que ficaram concluídas na segunda metade do século XVI. Em 1552 a Misericórdia contratava dois mestres pedreiros de Coimbra para terminarem as obras do templo, edificando o portal principal e a sua escadaria, bem como o arco da capela-mor. A bula papal de confirmação da irmandade seria promulgada pelo papa Inocêncio IV em 1554. No século XVIII o interior da igreja foi remodelado, tendo sido executado o retábulo-mor em talha dourada, e os painéis de azulejos que revestem as paredes da nave e do arco da capela-mor. A igreja seria restaurada em 1931, como atesta inscrição no painel de azulejos.
O templo apresenta planta longitudinal, composta por dois volumes de secção rectangular, correspondentes à nave e capela-mor. A fachada principal, rematada em empena, possui ao centro portal de estrutura retabular, de influência chanterenesca, ao qual se acede por escadaria. Com arco de volta perfeita, é ladeado por pilastras decoradas com relevos de motivos grotescos e capitéis compósitos. No extradorso do arco foram esculpidos dois tondi . Sobre o entablamento foi colocada edícula com imagem de Nossa Senhora da Misericórdia, encimada por medalhão da irmandade, sendo este ladeado por dois óculos. Do lado esquerdo foi adossado corpo de três registos, rematado por sineira. Na fachada lateral foi rasgado um portal em arco de volta perfeita.
Interiormente a planta do templo é de nave única, com cobertura de madeira e decorada por lambril de azulejos de albarradas. Ao fundo foi construído o coro-alto, em madeira, e do lado do Evangelho a tribuna, também em madeira, assente sobre cachorrada de cantaria. O púlpito, em forma de cálice, foi colocado do lado da Epístola, junto da entrada para a capela-mor. O arco triunfal, de volta perfeita, é decorado por relevos de motivos grotescos, semelhantes aos do portal principal, tanto nas aduelas como nas pilastras e capitéis onde assenta. A capela-mor é totalmente revestida por painés de azulejos, tendo uma porta, de acesso à sacristia e aos anexos da Santa Casa da Misericórdia, e arco em trompe l'oeil , tendo ao centro retábulo joanino em talha dourada. A cobertura, à semelhança da nave, é de madeira.
Catarina Oliveira
IPPAR/2004

Imagens

Bibliografia

Título

História da Arte em Portugal - O Renascimento, vol. 6

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

MARKL, Dagoberto, PEREIRA, Fernando António Baptista

Título

Corografia Portuguesa e descripçam topographica do famoso Reyno de Portugal

Local

Lisboa

Data

1712

Autor(es)

COSTA, Pe. António Carvalho da

Título

Inventário Artístico de Portugal, Distrito de Santarém

Local

Lisboa

Data

1949

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

Ribatejo Histórico e Monumental

Local

Lisboa

Data

1938

Autor(es)

CÂNCIO, Francisco

Título

Sardoal, do passado ao presente

Local

Sardoal

Data

1992

Autor(es)

GONÇALVES, Luís Manuel

Título

Salvaguarda e valorização : Sardoal

Local

Sardoal

Data

-

Autor(es)

G.T.L. - Câmara Municipal do Sardoal

Título

A Arquitectura ao Romano

Local

Vila Nova de Gaia

Data

2009

Autor(es)

CRAVEIRO, Maria de Lurdes