Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja do Mosteiro de Nossa Senhora da Caridade, incluindo o seu recheio - detalhe

Designação

Designação

Igreja do Mosteiro de Nossa Senhora da Caridade, incluindo o seu recheio

Outras Designações / Pesquisas

Igreja do Mosteiro de Nossa Senhora da Caridade / Convento de Nossa Senhora da Caridade(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Sardoal / Sardoal

Endereço / Local

Largo do Convento
Sardoal

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 251/70, DG, I Série, n.º 129, de 3-06-1970 (ver Decreto)
Despacho de homologação de 27-02-1969 do Subsecretário de Estado da Administração Escolar
Parecer de 7-02-1969 da 4.ª Subsecção da 2.ª Secção da JNE a propor a classificação como IIP
Proposta de classificação de 28-12-1968 da DGEMN

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O Mosteiro de Nossa Senhora da Caridade do Sardoal foi fundado em 1571, no local de uma antiga ermida com a mesma designação, edificada cerca de 1400, que servia o hospital da vila. A casa monacal pertencia aos Frades Menores da Província da Soledade (GTL Sardoal, p. 4), mantendo a invocação do pequeno templo quatrocentista.
Não se sabe ao certo por quanto tempo se prolongou a fábrica de obras, sendo estas patrocinadas em parte pelos moradores da vila, nomeadamente por D. Duarte de Almeida, filho do 3º Conde de Abrantes, e morador no Sardoal (Idem, ibidem, p.4).
A igreja do mosteiro mantém a estrutura original, de gosto maneirista, com planta de nave única e fachada precedida de galilé. No entanto, o programa decorativo do espaço interior foi substancialmente alterado entre o último quartel do século XVII e o primeiro quartel do século XVIII, conferindo-lhe um cariz barroco.
Em 1676 a capela-mor foi reedificada por ordem de D. Gaspar Barata de Mendonça, arcebispo da Bahia, a quem foi dado o padroado do templo (Idem, ibidem, p. 5). Neste espaço renovado foram edificados o retábulo, uma estrutura de talha dourada executada no início do século XVIII, e o mausoléu do Arcebispo da Bahia.
Do programa decorativo destacam-se ainda os painéis de azulejos setecentistas, o tecto da sacristia, em caixotões de madeira pintados em 1720 (idem, ibidem, p.5), e um interessante oratório Namban .
No século XIX, depois da extinção das ordens religiosas, o espaço do Mosteiro de Nossa Senhora da Caridade foi aproveitado para aí ser instalado o hospital da Santa Casa da Misericórdia, que posteriormente passou a designar-se Hospital da Caridade.
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal, Distrito de Santarém

Local

Lisboa

Data

1949

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

Ribatejo Histórico e Monumental

Local

Lisboa

Data

1938

Autor(es)

CÂNCIO, Francisco

Título

Salvaguarda e valorização : Sardoal

Local

Sardoal

Data

-

Autor(es)

G.T.L. - Câmara Municipal do Sardoal