Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Igreja de São Pedro de Dois Portos - detalhe

Designação

Designação

Igreja de São Pedro de Dois Portos

Outras Designações / Pesquisas

Igreja Paroquial de Dois Portos / Igreja de São Pedro (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Torres Vedras / Dois Portos e Runa

Endereço / Local

Estrada Lisboa - Torres Vedras
Casais de São Pedro

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 37 077, DG, I Série, n.º 228, de 29-09-1948 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Atribuída à traça do arquitecto João de Castilho (FREITAS, Ana Rosa,1994,p.63), a igreja de São Pedro de Dois Portos foi edificada no primeiro terço do século XVI. Embora o exterior do templo tenha sido completamente remodelado no século XVIII, apresentando uma fachada de gosto barroco, o interior conserva a tipologia original, onde se conjuga a planimetria de gosto classicista com elementos decorativos mudéjares e pintura de "ornamento" tardo-maneirista.
A planta da igreja desenvolve-se em três naves de alturas diferenciadas, divididas por seis tramos com arcos de volta perfeita assentes em colunas jónicas, semelhantes às executadas por João de Castilho nos claustros do Convento de Cristo, em Tomar. As colunas e o intradorso dos arcos foram decorados com ornamentos florais dourados inspirados em motivos grotescos, realizadas em 1645, segundo data inscrita. As paredes do templo são revestidas por azulejos de caixilho verde e branco, executados quando a igreja foi erigida.
O espaço possui cobertura de madeira, que apresenta na esteira central trabalho de alfarge, um ornamento de origem muçulmana constituído por molduras cruzadas em arabescos que formam um entrelaçado de linhas rectas e quebradas. Este tecto, um dos poucos exemplares no distrito de Lisboa, foi restaurado em 1994 pela DGEMN.
A capela-mor, revestida de mármore branco, rosa e preto, possui retábulo edificado no final do século XVII com quatro tábuas alusivas à vida de São Pedro, da autoria de Diogo de Torres. Uma imagem do padroeiro em pedra, de lavor quinhentista, foi colocada no altar.
Catarina Oliveira

Imagens

Bibliografia

Título

Monumentos e Edifícios Notáveis do Distrito de Lisboa

Local

Lisboa

Data

1963

Autor(es)

AZEVEDO, Carlos de, FERRÃO, Julieta, GUSMÃO, Adriano de

Título

Azulejaria em Portugal no século XVIII

Local

Lisboa

Data

1979

Autor(es)

SIMÕES, J. M. dos Santos

Título

Arquitectura mudéjar portuguesa: tentativa de sistematização, Mare Liberum, nº8, pp.49-89

Local

Lisboa

Data

1994

Autor(es)

DIAS, Pedro

Título

Torres Vedras : passado e presente

Local

Torres Vedras

Data

1996

Autor(es)

RODRIGUES, Cecília Travanca

Título

Igreja de São Pedro em Dois Portos: restauro do tecto em madeira, Monumentos, nº 1

Local

Lisboa

Data

1994

Autor(es)

FREITAS, Ana Rosa