Saltar para o conteúdo principal da página

Menir de Santa Margarida - detalhe

Designação

Designação

Menir de Santa Margarida

Outras Designações / Pesquisas

Menir de Santa Margarida(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Menir

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Évora / Reguengos de Monsaraz / Corval

Endereço / Local

Cruzamento Monte de Santa Margarida / Monte da Várzea
Corval

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 26-A/92, DR, I Série-B, n.º 126, de 1-06-1992 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Sítio
O menir de Santa Margarida localiza-se na berma da estrada municipal n.º 514 que liga Monsaraz a S. Pedro do Corval, a cerca de 5 km desta última localidade. Por se encontrar também junto a um caminho vicinal que liga o Monte da Várzea ao Monte de Santa Margarida, o monumento adquiriu deste último sítio o nome pelo qual é conhecido.
Trata-se de um espesso monólito de granito de grão médio com cerca de 3, 20 metros de altura acima do nível do solo. Apresenta-se rudemente afeiçoado ostentando uma forma subcónica cuja base é muito larga em relação ao topo onde são visíveis os sinais de afeiçoamento. Nas faces voltadas a norte e a poente, que se encontram mais bem conservadas, observam-se vinte cinco covinhas dispersas e, na face sul, restos de ornamentação onde se pode identificar um "báculo" em relevo.

História
No âmbito de um projeto denominado "Recuperação e Valorização de Monumentos Megalíticos do Concelho de Reguengos de Monsaraz" celebrado em 1991 entre o então IPPC, a Câmara de Reguengos de Monsaraz e a Fundação Convento da Orada, foi apresentada uma proposta de recuperação do Menir de Santa Margarida que implicava um pequeno desvio da estrada nacional por se considerar que esta se situava demasiado perto do monumento. Este projeto incluía ainda um tratamento paisagístico da envolvente ao menir mas infelizmente nunca foi implementado.
De facto, na sequência de uma empreitada de alargamento da via e visto que o topo do menir ficava demasiado exposto a infeliz solução encontrada foi amputar parcialmente este monumento. Após ter sido recuperada a secção em falta, o menir foi parcialmente erguido e restaurado em 2007 contando, para tal, com o acompanhamento técnico da Direção Regional de Évora do então IPPAR.

Maria Ramalho/DGPC/2019.

Imagens

Bibliografia

Título

Reguengos de Monsaraz Territórios Megalíticos

Local

Reguengos de Monsaraz

Data

1999

Autor(es)

GONÇALVES, Victor S.