Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja paroquial de Covas do Barroso - detalhe

Designação

Designação

Igreja paroquial de Covas do Barroso

Outras Designações / Pesquisas

Igreja de Santa Maria, paroquial de Covas do Barroso / Igreja Paroquial de Covas do Barroso / Igreja de Santa Maria(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Vila Real / Boticas / Covas do Barroso

Endereço / Local

Rua Acúrcio Amândio de Castro
Covas do Barroso

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 47 508, DG, I Série, n.º 20, de 24-01-1967 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Situada na parte Sul do concelho de Boticas, num vale protegido, a Norte, pela Serra da Sombra e pela Serra do Pinheiro, a Sul, razão pela qual é conhecida por 'Covas", o termo correspondente, na actualidade, à freguesia de Covas do Barroso possui alguns testemunhos pétreos da sua já remota História, de entre os quais destacamos a "Igreja de Santa Maria, paroquial de Covas do Barroso", circundada por adro de terra batida e arquitectonicamente inscrita no movimento românico da região, ainda que, à semelhança do que sucede com outros exemplares desta tipologia, tivesse sido objecto de intervenções arquitectónicas e decorativas realizadas em períodos subsequentes.
De planta longitudinal, o templo é composto de cabeceira e nave única (pavimentada com lajes graníticas, coberta por caixotões pintados e ostentando pintura mural setecentista nas paredes), esta última com duas capelas quadrangulares rasgadas nos seus dois lados - do Evangelho e da Epístola. Transpondo o portal rectangular sobrepujado por óculo, ambos rasgados no alçado principal culminado em empena com cruz latina, acede-se ao interior, onde se podem admirar, a par do coro-alto, o púlpito, do lado do Evangelho; um arcosólio em arco quebrado contendo túmulo com estátua jacente de Afonso Eanes Barroso, escudeiro do 1.º Duque de Bragança, do lado da Epístola; o arco triunfal pleno e, por fim, a capela-mor, totalmente pintada, com abóbada de cruzaria ogival assente em quatro mísulas, além da imagem da padroeira - Santa Maria - esculpida, em estilo gótico, em pedra de ançã.
[AMartins]

Bibliografia

Título

Notícias históricas do concelho e vila de Boticas

Local

Boticas

Data

1982

Autor(es)

GUERRA, Luís Figueiredo da

Título

Covas de Barroso, Tesouros Artísticos de Portugal

Local

Lisboa

Data

1976

Autor(es)

ALMEIDA, José António Ferreira de