Saltar para o conteúdo principal da página

Praça de Touros do Campo Pequeno - detalhe

Designação

Designação

Praça de Touros do Campo Pequeno

Outras Designações / Pesquisas

Praça de Toiros do Campo Pequeno / Praça de Touros do Campo Pequeno(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Praça de Touros

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Lisboa / Areeiro

Endereço / Local

Campo Pequeno
Lisboa

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 8/83, DR, I Série, n.º 19, de 24-01-1983 (ver Decreto)
Edital N.º 106/81 de 26-08-1981 da CM de Lisboa
Despacho de concordância de 15-05-1981 do Secretário de Estado da Cultura
Parecer de 8-05-1981 da Comissão "ad hoc" do IPPC a propor a classificação como IIP
Em 4-05-1981 foi dado conhecimento à CM de Lisboa de que o imóvel se encontrava em vias de classificação
Proposta de classificação de 29-04-1981do IPPC

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Recinto circular, destinado a corridas de touros, construído em finais do século XIX. Exemplo muito característico de arquitectura revivalista, neste caso neo-árabe, projectado pelo arquitecto José Dias da Silva, tendo como inspiração a praça congénere madrilena (já desaparecida). Coberta por cúpula e lanterna "mourisca", a praça é vazada por arcos redondos ou em ferradura, igualmente islamizantes, como no caso do portal principal. O tijolo que reveste boa parte do edifício acresce ao seu tom mudéjar; toda a fachada, corrida, é em tijolo de cor natural. No interior, a praça é em chão de areia com bancadas, galerias e camarotes em círculo. Integra um museu taurino.

Imagens

Bibliografia

Título

O Neomanuelino ou a reinvenção da arquitectura dos Descobrimentos.

Local

Lisboa

Data

1994

Autor(es)

ANACLETO, Regina