Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de Magueijinha - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de Magueijinha

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de Magueijinha(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Lamego / Bigorne, Magueija e Pretarouca

Endereço / Local

Largo do Pelourinho
Magueijinha

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Segundo o Cadastro da População do Reino , de 1527, Magueija - da qual se desconhece qualquer foral - tinha já estatuto de concelho, que manteve de resto até 1836, data na qual foi extinto o município e integrado em Lamego. A prová-lo, a freguesia exibe ainda o seu pelourinho seiscentista, levantado no pequeno largo central do lugar de Magueijinha, provavelmente antiga sede concelhia.
O pelourinho, de feição muito singela, assenta num soco de cinco degraus quadrados, de pedra toscamente aparelhada, sendo o último um pouco mais elevado e destinado a base da coluna. Esta tem secção quadrada na base, com arestas imediatamente chanfradas a partir daí, pelo que segue até ao topo com secção octogonal. Não existe capitel, e o remate é formado por um tronco de pirâmide quadrada, com faces côncavas a partir de curta distância da base. No topo, a peça é afeiçoada de forma a afinar-se, sendo rematada com uma esfera achatada. O bloco do remate tem duas inscrições na base, uma delas parcialmente ilegível, e a outra constando da data de 1669, certamente celebrativa do ano da construção do monumento.
Sílvia Leite

Imagens

Bibliografia

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde