Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de Loulé - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de Loulé

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de Loulé (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Faro / Loulé / Loulé (São Clemente)

Endereço / Local

- -
Loulé

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Loulé foi conquistada ao domínio árabe em 1249, e povoada por D. Afonso III, que lhe deu primeiro foral em 1266. A povoação recebeu foral novo de D. Manuel, em 1504. Como concelho, teve o seu pelourinho, construído em data incerta, e infelizmente destruído em 1883. Erguia-se diante do antigo Arco do Relógio da vila. Dele não resta nenhum fragmento conhecido, e mesmo as descrições que poderiam permitir a sua reconstrução conjectural são pouco esclarecedoras. Silva Leal (José da Silva M. Leal, 1907) publica um desenho do monumento que não é inteiramente coincidente com a descrição que dele faz Ataíde Oliveira (F. de Ataíde OLIVEIRA, 1905). O esboço que o primeiro autor inclui na obra citada representa um pelourinho assente sobre um soco de três degraus quadrangulares, de aresta, composto por coluna lisa, de secção quadrada, e ligeiro espessamento na base, encimado por um singelo ábaco ou tabuleiro quadrangular, de onde se projectam quatro ferros em cruz com extermidades bifurcadas e curvas, em garra. O remate é constituído por um bloco cúbico terminado em pirâmide quadrada. Já Ataíde Oliveira descreve uma plataforma de quatro degraus, com fuste cilíndrico, encimado por pedra quadrada de secção inferior à da coluna. Mantém-se neste autor a referência aos quatro ferros de sujeição, terminando em "unhas". Ainda que não tornem possível conhecer com exactidão o antigo pelourinho de Loulé, estas descrições permitem concluir que este seria bastante singelo, sem lavores decorativos dignos de nota, ou características mais originais. SML

Bibliografia

Título

Loulé. O património artístico

Local

Loulé

Data

2001

Autor(es)

CARRUSCA, Susana

Título

Monografia do Concelho de Loulé

Local

Porto

Data

1905

Autor(es)

OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde

Título

Loulé. História e expansão urbana

Local

Loulé

Data

1996

Autor(es)

SERRA, Pedro

Título

Os Pelourinhos, in A Nossa Pátria

Local

-

Data

1907

Autor(es)

LEAL, José da Silva Mendes