Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja românica de São Pedro das Águias, constituída pelas ruínas de uma antiga capela - detalhe

Designação

Designação

Igreja românica de São Pedro das Águias, constituída pelas ruínas de uma antiga capela

Outras Designações / Pesquisas

Mosteiro de São Pedro das Águias / Igreja de São Pedro das Águias(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Tabuaço / Paradela e Granjinha

Endereço / Local

Quinta de São Pedro das Águias
Granjinha

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 39 175, DG, I Série, n.º 77, de 17-04-1953 (ver Decreto)

ZEP

Parecer de 19-03-2007 do Conselho Consultivo, rectificado em 28-10-2009
Proposta de ampliação de 30-11-2006 da DR do Porto
Portaria de 20-05-1954, publicada no DG, n.º 132, de 4-06-1954 (com ZNA)

Zona "non aedificandi"

Portaria de 20-05-1954, publicada no DG, n.º 132, de 4-06-1954

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Tendo a agricultura como base fundamental da sua economia, o território correspondente, na actualidade, ao concelho de Tabuaço enquadra-se numa zona de características durienses, situada a Norte, onde predomina a vinha, a oliveira e a própria amendoeira, e uma outra, localizada a Sul, mais próxima das paisagens beirãs, repleta de densos bosques e grandes searas, unindo-as, porém, a fertilidade das terras mercê da irrigação proporcionada pelo Rio Douro e os afluentes que atravessem o seu termo. Particularidades que, no conjunto, atraíram ao seu seio diferentes comunidades humanas ao longo dos tempos, como atestam os vários vestígios arqueológicos identificados até ao momento.
De entre as freguesias que compõem o município nos nossos dias realce-se a de Granjinha, terra de remota fundação que, à semelhança do que sucede noutras localidades, se terá desenvolvido em torno do templo que a tem engrandecido desde os finais do século XII, inícios da centúria seguinte. Referimo-nos à "Igreja Românica de São Pedro das Águias", a relembrar a 'Igreja de Barcos' consagrada a Nossa Senhora da Assunção, originalmente inscrita no românico da região que albergou, à época, a colegiada da mesma localidade de invocação a Sta. M.ª do Sabroso.
Tal ocorreu com a fundação de outros cenóbios, a origem deste templo tem sido localmente envolta em lendas de raízes medievais. A mais conhecida e popular entre as gentes que habitam a região atribui a sua construção ao cavaleiro cristão D. Thedon Ermiges, em homenagem a Ardinga, filha (entretanto baptizada) do vali de Lamego, Huin Alboacém, que dele se enamorara e por ele fora morta por seu pai, a quem se deverá também a execução do fidalgo, descendente de Ramiro II (900-965), de Leão.
Dita, pois, a tradição que a pequena capela foi erguida, justamente, no local onde a memória tem fixado a sepultura da jovem, depois de retirar o seu corpo do Rio Távora, sendo provável que o núcleo habitacional de Granjinha se desenvolvesse em torno do eremitério, posteriormente inscrito na regra beneditina, invocando a sacralidade do sítio.
Verdadeira jóia do românico português, a igreja, do século XII, de uma só nave, ostenta frontaria rasgada por arco decorado assente em colunelos duplos com bases e capitéis lavrados, destacando-se, ainda no exterior, mas no alçado Norte, uma bela porta com arco de ajimez profusamente trabalhado com motivos geométricos e fitomórficos e um belo tímpano esculpido com um Agnus Dei (=Cordeiro de Deus) - enquanto apelo à comunhão eucarística da missa -, como de sublinhar é a cornija recortada por cachorros com decoração arcaizante, ao mesmo tempo que de recorte satírico.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

História da Arte em Portugal - O Românico

Local

Lisboa

Data

2001

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de

Título

O mundo românico (séculos XI-XIII), História da Arte Portuguesa, vol.1, Lisboa, Círculo de Leitores, 1995, pp.180-331

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

RODRIGUES, Jorge

Título

O Românico em Portugal, História de Portugal, dir. José Hermano Saraiva, vol. 2, 1982, pp.305-321

Local

Lisboa

Data

1982

Autor(es)

VASCONCELOS, Flórido de

Título

História da Arte em Portugal, vol. 3 (o Românico)

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de

Título

Arqueologia dos espaços cistercienses no Vale do Douro, Cister no Vale do Douro, pp.189-242

Local

Porto

Data

1999

Autor(es)

TEIXEIRA, Ricardo Jorge Coelho Marques Abrantes

Título

Tabuaço. Um passado presente

Local

Tabuaço

Data

1999

Autor(es)

CARVALHO, António Rafael, PERPÉTUO, João Miguel André, SANTOS, Filipe João Carvalho dos, GOMES, Luís Filipe Coutinho, SERRA, A. A.

Título

Tabuaço. Roteiro Turístico

Local

Tabuaço

Data

1997

Autor(es)

CORREIA, A. P.

Título

A construção cisterciense em Portugal durante a Idade Média, Arte de Cister em Portugal e na Galiza, catálogo de exposição, pp.43-96

Local

Lisboa

Data

1998

Autor(es)

REAL, Manuel Luís

Título

Tabuaço, Tesouros Artísticos de Portugal

Local

Lisboa

Data

1976

Autor(es)

ALMEIDA, José António Ferreira de