Saltar para o conteúdo principal da página

Paço de São Vicente - detalhe

Designação

Designação

Paço de São Vicente

Outras Designações / Pesquisas

Mosteiro de São Vicente de Fora / Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora / Igreja Paroquial de São Vicente de Fora / Igreja de São Vicente, São Tomé e Salvador / Paço Patriarcal de São Vicente(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Paço

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Lisboa / São Vicente

Endereço / Local

Rua Voz do Operário
Lisboa

Largo de São Vicente
Lisboa

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 33 587, DG, I Série, n.º 63, de 27-03-1944 (ver Decreto)

ZEP

Despacho de 18-10-2011 do diretor do IGESPAR, I.P. a concordar com o parecer e a devolver o processo à DRC de Lisboa e Vale do Tejo para apresentar propostas de ZEP individuais, ou conjuntas nos casos em que tal se justifique
Parecer de 10-10-2011 da SPA do Conselho Nacional de Cultura a propor o arquivamento
Proposta de 22-08-2006 da DR de Lisboa para a ZEP conjunta do Castelo de São Jorge e restos das cercas de Lisboa, Baixa Pombalina e imóveis classificados na sua área envolvente

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Antigo mosteiro de São Vicente de Fora, fundado em 1147 após a reconquista de Lisboa aos mouros; aqui professou Santo António de Lisboa, em 1210 enquanto cónego regrante da Ordem de Santo Agostinho e antes do seu ingresso em Coimbra. O edifício primitivo foi demolido, no tempo de Filipe II, por se apresentar em avançado estado de degradação e substituído pelo actual edifício maneirista de carácter monumental, riscado por Filippo Terzi, e cujo modelo é talvez um projecto de Juan de Herrera, autor do Escorial de Madrid.
Foi transformado em Paço Episcopal após a extinção das Ordens Religiosas, em 1834, e nas sucessivas adaptações para instalação de vários serviços públicos sofreu obras que lhe desvirtuaram o carácter original. São de destacar, por constituírem núcleo de grande importância mundial, os belíssimos painéis de azulejos oitocentistas que aí se conservam. Aí se encontra também o Panteão da Dinastia de Bragança (instalado no antigo refeitório conventual), o Panteão dos Patriarcas de Lisboa (instalado na antiga Casa do Capítulo) e perto deste, a Capela dos Meninos de Palhavã, cujo o seu pavimento está preenchido com as vísceras dos Reis de Portugal. De destacar ainda a sua antiga portaria conventual com painéis de azulejos historiados e o tecto em prespectiva da autoria de Vicenco Bacarelli.
A classificação não abrange a cerca anexa.
PAF

Imagens

Bibliografia

Título

Dicionário da História de Lisboa

Local

Lisboa

Data

1994

Autor(es)

-

Título

Conventos de Lisboa

Local

Lisboa

Data

1989

Autor(es)

CAEIRO, Baltazar

Título

O Cemitério dos Cruzados de São Vicente de Fora

Local

-

Data

1995

Autor(es)

FERREIRA, Fernando Eduardo Rodrigues

Título

O Convento Românico de São Vicente de Fora

Local

-

Data

1995

Autor(es)

-

Título

Do Escorial a São Vicente de Fora, Monumentos, nº 2

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

SOROMENHO, Miguel

Título

Monumentos Sacros de Lisboa em 1883

Local

-

Data

1924

Autor(es)

PEREIRA, Luís Gonzaga

Título

Monumentos e Edifícios Notáveis do Distrito de Lisboa

Local

Lisboa

Data

1988

Autor(es)

ATAÍDE, M. Maia

Título

Inventário de Lisboa

Local

-

Data

1950

Autor(es)

ARAÚJO, Norberto de

Título

O Projecto de Retábulo-Mor de Francisco Venegas para a Igreja do Mosteiro de São Vicente de Fora, Monumentos, nº 2

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

SERRÃO, Vítor

Título

A Arquitectura do Renascimento em Portugal

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

HAUPT, Albrecht

Título

Estudos sobre o Maneirismo

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

SILVA, Jorge Henrique Pais da