Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho da Golegã - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho da Golegã

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho da Golegã(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Golegã / Golegã

Endereço / Local

Largo da Imaculada Conceição
Golegã

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

Portaria de 11-06-1946, publicada no DG, II Série, n.º 153, de 4-07-1946 (com ZNA) (ZEP da Igreja Matriz e do Pelourinho)

Zona "non aedificandi"

Portaria de 11-06-1946, publicada no DG, II Série, n.º 153, de 4-07-1946 (ZEP da Igreja Matriz e do Pelourinho)

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A vila da Golegã foi, desde tempos recuados, um ponto de passagem obrigatória das vias que cruzavam a região ribatejana. Deste modo, foi-se desenvolvendo, chegando a ser povoação de dimensões consideráveis no reinado de D. Afonso V. Veio a adquirir uma notória importância durante o reinado de D. Manuel I, quando a Corte passou a instalar-se frequentemente em Almeirim. Sem foral atribuído, foi no entando sede de concelho.
Da sua antiga autonomia resta, como testemunho principal, o Pelourinho. É constituído por um soco de três degraus octogonais, de parapeito, onde assenta o conjunto da base, coluna e remate. A base é formada por diversas peças, integrando um primeiro troço quadrangular, um outro idêntico mas de menores dimensões e com as arestas chanfradas a toda a altura, e por anéis circulares. O fuste, liso e de de secção circular, é rematado por um capitel composto por várias mouldura quadradas sobre um anel. É coroado por um ornato em forma de campânula, com lavores de difícil identificação, rematado por uma pequena meia esfera. No fuste encontra-se gravada a data de 1857.
SML

Imagens

Bibliografia

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde