Saltar para o conteúdo principal da página

Atalaia de Candaira - detalhe

Designação

Designação

Atalaia de Candaira

Outras Designações / Pesquisas

Atalaia de Candaira (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Militar / Atalaia

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Bragança / Bragança / Baçal

Endereço / Local

- -
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 29/90, DR, I Série, n.º 163, de 17-07-1990 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Com o castelo de Bragança em linha de visibilidade, a Atalaia de Candaira é uma pequena estrutura militar destinada a complementar a defesa da cidade brigantina pelo lado Norte, aproveitando uma elevação na paisagem, dominante sobre o rio Sabor.
Apesar de escassearem as informações, o reduto terá sido edificado na Idade Média, possivelmente já na fase gótica (sécs. XIII-XIV), mas depressa as funções para as quais foi concebido perderam utilidade. É por isso que chegou até hoje em estado de ruína, coberto por densa vegetação, e sem um programa coerente de estudo e valorização.
O seu interior, onde genericamente se reconhece um perímetro muralhado com cerca de 40 metros de lado (configuração estranha à Idade Média e possivelmente já adquirida na época Moderna), foi aproveitado para erguer um marco geodésico. Há ainda vestígios de fossos, um interior e outro exterior, de difícil explicação dados os recursos exigidos por essas acções e a relativa pouca relevância militar do empreendimento.
Paulo Fernandes | DIDA | IGESPAR, I.P.
20.07.2007