Saltar para o conteúdo principal da página

Cineteatro Tivoli e respetivo palco - detalhe

Designação

Designação

Cineteatro Tivoli e respetivo palco

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Cinema

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Lisboa / Santo António

Endereço / Local

Avenida da Liberdade
Lisboa

Número de Polícia: 182 a 188

Rua Manuel Jesus Coelho
Lisboa

Número de Polícia: 5 a 13

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 118/2015, DR, 2.ª série, n.º 35, de 19-02-2015 (alterou a área classificada, a denominação da classificação, para "Cineteatro Tivoli e respetivo palco", e a categoria de classificação, para MIP) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 4-03-2013 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 13678/2012, DR, 2.ª série , n.º 219, de 13-11-2012 (ver Anúncio)
Despacho de concordância de 6-03-2012 do diretor-geral da DGPC
Parecer favorável de 29-02-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 23-07-2004 da DR de Lisboa do IPPAR para a alteração da delimitação e da designação, atendendo à realização do projecto de reabilitação do Cinema Tivoli e à construção do Complexo Tivoli Fórum
Decreto n.º 67/97, DR, I Série-B, n.º 301, de 31-12-1997 (classificou o "Cinema Tivoli" como IIP) (ver Decreto)
Edital N.º 16/96 de 7-02-1996 da CM de Lisboa
Despacho de homologação de 16-05-1989 da Secretária de Estado da Cultura
Parecer de 11-05-1989 da 9.ª Secção do Conselho Consultivo do IPPC a propor a classificação como IIP
Proposta de 2-05-1989 do IPPC para a classificação do Cinema Tivoli

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Construído em plena década de vinte do século passado, segundo projecto do arquitecto Raul Lino (1879-1974), o edifício do Cinema Tivoli prima pela profusão e eclectismo dos seus elementos de referência neoclássica, exteriormente, e Luís XIV, ao nível da decoração interior.
Construção de planta composta, quase quadrangular, com 2 pisos, cave, cobertura em cúpula - com tambor rasgado por janelas, cornija e platibanda em balaustrada com jarrões, domo e lanterna circular -, e em telhado escalonado, o Cinema apresenta diversos corpos, articulados horizontalmente, em gaveto. É precisamente neste, que o edifício apresenta um corpo central, cilíndrico, rasgado por 3 portas em arco pleno, com as bandeiras repletas de rendilhado radiante realizado em ferro forjado. As suas fachadas laterais encontram-se divididas por pilastras, com portas de vão rectangular, entabladas com decoração de grinaldas, e coroadas por um óculo encimado por festões, e entre as quais situam-se outras janelas de vão, igualmente rectangular, mas emolduradas a cantaria e com guardas em balaustrada.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

Os mais antigos cinemas de Lisboa 1896-1939

Local

Lisboa

Data

1978

Autor(es)

RIBEIRO, M. Félix

Título

Raul Lino - exposição retrospectiva da sua obra

Local

Lisboa

Data

1970

Autor(es)

-