Saltar para o conteúdo principal da página

Conjunto de prédios da Rua de São José, 10 a 42, incluindo os jardins pertencentes aos mesmos prédios - detalhe

Designação

Designação

Conjunto de prédios da Rua de São José, 10 a 42, incluindo os jardins pertencentes aos mesmos prédios

Outras Designações / Pesquisas

Palácio das Pedrosas (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt) / Palácio na Rua de São José / Casa Sousa Leal / Edifício - Sede dos Correios, Telégrafos e Telefones, CTT, da Calçada do Lavra (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt) / Casa Brasonada na Rua de São José, n.º 22 a 42 (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Conjunto

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Lisboa / Santo António

Endereço / Local

Rua de São José
Lisboa

Número de Polícia: 10-42

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)

ZEP

Portaria n.º 529/96, DR, I Série-B, n.º 228, de 1-10-1996 (sem restrições) (ZEP dos edifícios classificados da Avenida da Liberdade e área envolvente) (ver Portaria)

Zona "non aedificandi"

-

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Instituída em 1567 pelo Cardeal Infante D. Henrique, a freguesia de São José é uma das mais antigas de Lisboa, sendo à época uma freguesia "rural" nos limites da cidade, uma área de mata com hortas, olivais e quintas.
Nos séculos XVII e XVIII, com o crescimento populacional da capital, São José passou a ser densamente povoada, em resultado do estabelecimento, na freguesia, de inúmeras famílias, nomeadamente nobres que aí possuíam quintas e aí construiram os seus palacetes.
Foi neste contexto que foram edificados os três edifícios que compõem o conjunto classificado da Rua de São José. De estrutura autónoma, distintos entre si, os três palacetes distribuem-se ao longo da rua, que desce até ao ascensor do Lavra, comportando nos espaços intermédios jardins privativos.
A casa situada mais perto da igreja paroquial de São José, que corresponde aos números 22 a 42, apresenta uma estrutura mais antiga, de gosto pombalino, com dois corpos adossados. As fachadas, pintadas de vermelho ocre, são ritmadas pela abertura de janelas a espaços regulares, embora em cada um dos frontispícios estas tenham molduras distintas. A fachada do corpo edificado à direita apresenta uma composição enobrecida, com entrada inserida num grande arco de volta perfeita, que permite acesso ao pátio em torno do qual se desenvolve o edifício. Ao centro do outro frontispício foi colocado o brasão da Ordem Soberana de Malta.
As outras duas casas do conjunto têm estruturas semelhantes, com linhas de gosto neoclássico. Foram originalmente edificadas em 1764 pelo comerciante italiano Tomas Mongiardino, em terrenos que pertenciam a Joaquim Lavre, sendo este quem acabaria por adquirir as residências em 1785. No ano de 1800, depois da sua morte, os palacetes foram vendidos ao comendador Silva Franco, que patrocinou grandes obras de transformação dos espaços, e terá sido esta remodelação que originou a feição neoclassicista dos imóveis.
De frontispícios amarelos, com janelas de cantaria, cada um dos edifícios possui, do lado esquerdo da fachada, um jardim com muro, gradeamento e portão de ferro. A casa correspondente aos números 12 a 20 desenvolve-se em planimetria em L, com as fachadas divididas em três registos, marcadas por fiadas de janelas dispostas nos pisos superiores, e rematadas por platibanda. Este palacete, conhecido também como Palácio das Pedrosas, apresenta a estrutura mais classicista dos três imóveis.
O último edifício do conjunto, onde actualmente está instalada a estação dos CTT da Calçada do Lavra, tem planta rectangular, dividindo-se em quatro pisos. A fachada apresenta uma estrutura marcada pela disposição de inúmeras janelas, a espaços regulares, tendo sido rasgado ao centro um magnífico portal de gosto tardo-barroco, com volutas que enquadram um pequeno entablamento com escudo em alto-relevo.
Catarina Oliveira
DIDA/IGESPAR,I.P./ 21 de Setembro de 2007

Imagens

Bibliografia

Título

Três palácios dos correios na Rua de São José : ligeiros apontamentos

Local

Lisboa

Data

1952

Autor(es)

FERREIRA, Godofredo