Saltar para o conteúdo principal da página

Convento de Santa Clara (restos da capela) - detalhe

Designação

Designação

Convento de Santa Clara (restos da capela)

Outras Designações / Pesquisas

Casa da Cerca / Convento de Santa Clara / Casa da Cerca(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Convento

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Amarante / Amarante (São Gonçalo), Madalena, Cepelos e Gatão

Endereço / Local

Largo de Santa Clara
Amarante

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 735/74, DG, I Série, n.º 297, de 21-12-1974 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Segundo a tradição, o Convento de Santa Clara de Amarante foi fundado no século XIII por D. Mafalda, embora não haja qualquer referência documental à sua instituição. Conhece-se apenas uma carta de protecção dada por D. João I às clarissas em 1383, o que comprova que nesta data estava já plenamente estabelecido.
O espaço do cenóbio seria reconstruído e ampliado cerca de 1560, numa obra custeada pelo Conde de Redondo. Albergando uma grande comunidade de religiosas ao longo das duas centúrias seguintes, o convento ficou bastante destruído com o incêndio que atingiu a vila de Amarante em 1809, durante as invasões napoleónicas.
Depois desta data, o espaço foi transformado em residência particular de um abastado proprietário da região emigrado no Brasil, que ao promover obras de reestruturação do edifício alterou a substancialmente a traça primitiva. A partir de então, o antigo convento passou a designar-se Casa da Cerca.
Do espaço conventual quinhentista subsiste uma capela, onde se pode observar o portal de gosto classicista e a abóbada de berço dividida por caixotões decorados com rosetas esculpidas em relevo.
Nas últimas décadas do século XX a Câmara Municipal de Amarante procedeu a escavações arqueológicas no espaço da Casa da Cerca, pondo a descoberto os contornos da planta do convento, onde se podem distinguir as quatro alas, o espaço do claustro onde se ergueu um chafariz e a igreja com torre sineira. Actualmente, o espaço da Casa da Cerca está adaptado a biblioteca e arquivo municipal.
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Bibliografia

Título

De arquitecto a entalhador. Itinerário de um artista nos séculos XVII e XVIII, Actas do I Congresso Internacional do Barroco, vol. I, pp.355-369

Local

-

Data

1991

Autor(es)

ALVES, Natália Marinho Ferreira

Título

O edifício do Convento do Salvador: de Mosteiro de Freiras ao Lar Conde de Agrolongo

Local

Braga

Data

1994

Autor(es)

OLIVEIRA, Eduardo Pires de