Saltar para o conteúdo principal da página

Castelo velho de Alcoutim - detalhe

Designação

Designação

Castelo velho de Alcoutim

Outras Designações / Pesquisas

Castro de Santa Bárbara / Castelo Velho de Alcoutim(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Militar / Castelo

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Faro / Alcoutim / Alcoutim e Pereiro

Endereço / Local

- -
Alcoutim

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 67/97, DR, I Série-B, n.º 301, de 31-12-1997 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A cerca de 1Km para Norte da actual vila de Alcoutim, o castelo velho é uma das mais importantes estruturas militares islâmicas do Algarve, não apenas do ponto de vista histórico (pelos níveis de ocupação muçulmana que ainda conserva), mas também numa perspectiva historiográfica (na medida em que integra um coerente programa de investigação dedicado à época islâmica na parte oriental do Algarve, desenvolvido ao longo das últimas duas décadas por Helena Catarino). O texto que se segue aproveita, essencialmente, as conclusões desta última autora.
A opção pelo lugar dominante onde se situa o Castelo Velho (e não o da actual vila de Alcoutim) não está plenamente justificado. As melhores condições de visibilidade e o eventual aproveitamento de anteriores estruturas de origem romana (identificadas no vizinho local da Lourinhã) e outras altimedievais, podem ser argumentos a ter em conta. Certo é que o Castelo Velho foi a cabeça de um vasto território com dois condicionalismos fundamentais: por um lado, as actividades fluviais ao longo do Guadiana; por outro, a importante exploração mineira da região, de que se conhecem já importantes estabelecimentos (CATARINO, 1997/98, pp.599-602).
A sua cronologia está, hoje, bem definida graças às sucessivas campanhas arqueológicas aqui efectuadas. Num primeiro momento, que coincide genericamente com a instalação de novos poderes islâmicos durante o Emirato de Córdova, procedeu-se à construção da fortaleza. Posteriormente, nas épocas califal e das primeiras taifas, o urbanismo inicial foi objecto de algumas alterações, datando desses períodos o adossamento de algumas habitações às muralhas (IDEM, p.597). O próprio sistema defensivo foi sendo alterado ao longo dos tempos, como se comprova pela construção tardia da torre que protege a porta principal.
O conjunto militar compõe-se de dois recintos fortificados, ambos de planta rectangular. O superior, que corresponde à alcáçova, ocupa uma área de apenas 704m2 e integra várias torres quadrangulares e rectangulares, com a particularidade de nenhuma delas estar posicionada nos ângulos, bem como duas portas de comunicação com o exterior (IDEM, p.596). A segunda linha de muralhas foi edificada para protecção do povoado que se desenvolvia ao longo da encosta. Apresenta perfil igualmente rectangular e reforço por torres adossadas, a que se associava uma porta em cotovelo, que permitia a comunicação com a área habitacional periférica, esta desenvolvendo-se presumivelmente encosta abaixo até ao nível do rio.
Este tipo de estrutura racional, que impõe a geometria da estrutura edificada às condições do terreno, integra-se na perfeição na tipologia de castelos omíadas. Helena Catarino, não obstante lamentar a ainda escassa gama de paralelos para os castelos do Algarve Oriental, sugeriu uma aproximação ao forte de Almiserát (Alicante), construído já no século X, e a outros com idênticas características (IDEM, p.609). Tal atribuição é reforçada pela morfologia do aparelho utilizado, à base "de pedra solta irregular, com pedras argamassadas com terra" (IDEM, p.589), típico das obras militares omíadas.
Abandonado durante o século XI, em circunstâncias ainda não totalmente esclarecidas, o castelo velho de Alcoutim não mais voltou a servir os propósitos militares que estiveram na sua origem. Com a (Re)conquista do Algarve, os novos poderes cristãos privilegiaram a actual vila de Alcoutim, onde construíram um castelo e edificaram um novo povoado tutelar da região. Existiram, todavia, campanhas tardo-medievais, como se comprova pelos panos ameados e, especialmente, pela existência de portas góticas, o que prova como, no século XIII, a fortaleza era ainda importante a ponto de os cristãos aqui terem efectuado algumas reformas modernizadoras.
PAF

Imagens

Bibliografia

Título

Roteiro dos Monumentos Militares Portugueses

Local

Lisboa

Data

1948

Autor(es)

ALMEIDA, João de

Título

Castelos Muculmanos do Algarve, 90 séculos entre a serra e o mar, Lisboa, IPPAR, 1997, pp.449-457

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Castelos muçulmanos do Algarve, Noventa séculos entre a serra e o mar, pp.449-457

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Arqueologia medieval islâmica no Algarve: Alcoutim, Salir e Paderne, Actas do Encontro de Arqueologia do Algarve, pp.123-131

Local

Faro

Data

1990

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Os sistemas defensivos muçulmanos do Algarve Oriental e o Castelo Velho de Alcoutim, 3º Congresso de Arqueología Medieval Española, vol.2, pp.296-305

Local

Oviedo

Data

1989

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Fortificações da serra algarvia, Portugal Islâmico. Os últimos sinais do Mediterrâneo, pp.207-218

Local

Lisboa

Data

1998

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Cerâmicas omíadas do Garb Al-Andalus: resultados arqueológicos no Castelo Velho de Alcoutim e no Castelo das Relíquias (Alcoutim), Arqueología y Territorio Medieval, nº6, pp.113-132

Local

Jaén

Data

1999

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Escavações arqueológicas nos castelos de Alcoutim, Actas do 4º Congresso do Algarve, pp.25-32

Local

Montechoro

Data

1986

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Arqueologia medieval no Algarve Oriental. Os castelos de Alcoutim, Arqueologia en el Entorno del Bajo Guadiana. Actas del Encuentro Internacional de Arqueologia del Suroeste, pp.657-671

Local

Huelva

Data

1994

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Vestígios muçulmanos no Nordeste Algarvio e o Castelo Velho de Alcoutim, Actas do 6º Congresso do Algarve, pp.25-31

Local

Albufeira

Data

1990

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

O Algarve oriental durante a ocupação islâmica - povoamento rural e recintos fortificados, Al- Ulyã, nº6, 3 vols.

Local

Loulé

Data

1997

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

O Algarve islâmico : roteiro por Faro, Loulé, Silves e Tavira

Local

Faro

Data

2002

Autor(es)

CATARINO, Helena Maria Gomes

Título

Algarve - Castelos, Cercas e Fortalezas

Local

Faro

Data

2008

Autor(es)

MAGALHÃES, Natércia

Título

Alcoutim, capital do nordeste algarvio. Subsídios para uma monografia

Local

Alcoutim

Data

1985

Autor(es)

NUNES, António Manuel Ascensão

Título

Alcoutim

Local

Alcoutim

Data

1994

Autor(es)

LAMEIRA, Francisco