Saltar para o conteúdo principal da página

Monumento megalítico do Lousal - detalhe

Designação

Designação

Monumento megalítico do Lousal

Outras Designações / Pesquisas

Lousal 1 / Monumento megalítico do Lousal / Lousal 1(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Tholos

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Setúbal / Grândola / Azinheira dos Barros e São Mamede do Sádão

Endereço / Local

Monte do Lousal
Azinheira dos Barros

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 29/90, DR, I Série, n.º 163, de 17-07-1990 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Edificado por volta de 2 000 a. C., com uma aparente utilização sistemática até cerca de 1 700 a. C., este monumento megalítico de falsa cúpula encontra-se situado numa zona assaz rica em minério, de cuja mamoa orignal ainda são visíveis alguns vestígios.
De planta longitudinal, este tholos é constituído por corredor rectangular e rectílineo - erguido com três esteios de um lado, e dois do outro -, e duas câmaras.
Enquanto a galeria de maiores dimensões (realizada com oito esteios), apresenta planta poligonal, a secundária (formada por nove esteios de menores dimensões), é elíptica, sendo a comunicação entre ambas efectuada através de uma passagem com septos.
Em termos comparativos, esta edificação apresenta algumas influências almerienses, designadamente no tocante à presença da galeria secundária, com paralelos encontrados nos túmulos de Alcalar. Neste mesmo sentido parecem também apontar os exemplares cerâmicos descobertos durante as escavações realizadas por uma equipa dos Serviços Geológicos de Portugal, com características igualmente atribuíveis a este sítio arqueológico espanhol. Além deste material, foi ainda encontrado um braçal de guerreiro e pontas de seta em cobre.
[AMartins]

Bibliografia

Título

Antiguidades do Lousal (Grândola). Sepulturas descobertas, Trabalhos de Antropologia e Etnologia

Local

Porto

Data

1957

Autor(es)

FERREIRA, Octávio da Veiga, CAVACO, A. Rodrigues

Título

Die Megalithgraber der Iberischen Halbinsel: der Westen, Madrider Forschungen

Local

Berlim

Data

1959

Autor(es)

LEISNER, Vera, LEISNER, Georg Klaus

Título

O Monumento Pré-histórico do Lousal, Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal

Local

-

Data

-

Autor(es)

FERREIRA, O. da Veiga; CAVACO, A. Rodrigues

Título

Antiguidades do Lousal - sepulturas descobertas

Local

-

Data

1955

Autor(es)

VÁRIA