Saltar para o conteúdo principal da página

Casa da Naia - detalhe

Designação

Designação

Casa da Naia

Outras Designações / Pesquisas

Quinta e Casa da Naia (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Braga / Braga / Braga (Maximinos, Sé e Cividade)

Endereço / Local

Lugar da Naia
Braga

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

São poucos os dados conhecidos relativos à história da Quinta e da Casa da Naia. Somente as datas inscritas nas diferentes fontes do jardim e terreiros permitem situar a sua edificação entre o final o século XVII ou início do século XVIII, o que coincide com a tipologia do imóvel, com planta em forma de U, característica da arquitectura civil portuguesa do século XVIII (AZEVEDO, 1969).
A Quinta é delimitada por um muro, onde se abre um portão de verga recta, inscrito numa imponente estrutura definida por pilastras. Estas, suportam o entablamento, sobre o qual se erguem os pináculos laterais e as ameias, enquadrando, ao centro, o frontão de aletas com uma pedra de armas não identificada. Dois painéis de azulejos polícromos, representando São Pedro e Santo António, flanqueiam o portal.
A casa articula os dois corpos laterais com o central, mais recuado, e aberto por uma varanda alpendrada. O dinamismo da fachada principal é ainda mais acentuado pela escadaria de lanços convergentes, limitada por pináculos no patamar superior.
No jardim e terreiros, as fontes de espaldares em cantaria, profusamente trabalhadas, são ainda decorados por azulejos e esculturas diversas. O tanque central com uma figura de um menino sobre uma bola, ao centro, recorda outros motivos muito semelhantes existentes na Praça do Município, em Braga, e que Robert Smith atribuiu a Marceliano de Araújo (SMITH, 1970; RIGAUD DE SOUSA, Processo de Classificação, IPPAR/DRP).
(Rosário Carvalho)

Imagens

Bibliografia

Título

Solares Portugueses

Local

Lisboa

Data

1988

Autor(es)

AZEVEDO, Carlos de

Título

Procsso de Classificação da Casa da Naia, IPPAR/DRP

Local

Porto

Data

-

Autor(es)

-

Título

Marceliano de Araújo: escultor Bracarense

Local

Porto

Data

1970

Autor(es)

SMITH, Robert C.