Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de Fornos de Algodres - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de Fornos de Algodres

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de Fornos de Algodres(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Guarda / Fornos de Algodres / Fornos de Algodres

Endereço / Local

-- -
Fornos de Algodres

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O actual pelourinho de Fornos de Algodres é uma obra revivalista, executada em 1933 com alguns elementos do pelourinho original, que havia sido demolido em meados do século XIX. Freguesia desde o século XII, Fornos de Algodres iria constituir-se como concelho em 1358. No segundo quartel do século XVI o senhorio da vila era doado por D. João III ao 1.º Conde de Linhares, D. António de Noronha.
Apresentando evidentes semelhanças com o pelourinho de Algodres, o conjunto que constituí o pelourinho de Fornos de Algodres assenta sobre um soco de seis degraus octogonais, cuja coluna de fuste octogonal possui base quadrangular. O capitel, em forma de pirâmide invertida e de secção octogonal, funciona como base da gaiola. Esta tem chapéu assente sobre colunelo central liso e oito colunelos terminados em esfera, decorados com anéis na parte inferior e superior. O remate da gaiola, semelhante à parte inferior, é encimado por cone torso coroado por esfera.
Os elementos originais aproveitados no projecto de reconstituição do pelourinho, elaborado em 1931 por Alexandre de Abreu Castelo Branco e por Pinheiro Marques, são a base e o remate da gaiola e o terço inferior do fuste da coluna. Esta obra de reconstrução seria executado por um mestre pedreiro local.
Catarina Oliveira

Imagens

Bibliografia

Título

Portugal antigo e moderno: diccionario geographico, estatistico, chorographico, heraldico, archeologico, historico, biographico e etymologico de todas as cidades, villas e freguezias de Portugal e de grande numero de aldeias...

Local

Lisboa

Data

1990

Autor(es)

PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de, FERREIRA, Pedro Augusto

Título

Terras de Algodres - Concelho de Fornos

Local

Lisboa

Data

1938

Autor(es)

MARQUES, Monsenhor Pinheiro

Título

Pelourinhos do Distrito da Guarda

Local

Viseu

Data

1998

Autor(es)

SOUSA, Júlio Rocha e

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde