Saltar para o conteúdo principal da página

Um marco de cruzamento no sítio de São Salvador - detalhe

Designação

Designação

Um marco de cruzamento no sítio de São Salvador

Outras Designações / Pesquisas

Marco de cruzamento em São Salvador (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Marco

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Azambuja / Alcoentre

Endereço / Local

EN 70-2, ao km 11,115
Sítio de São Salvador

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 32 973, DG, I Série n.º 175, de 18-08-1943 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O marco de cruzamento situado na localidade de São Salvador, freguesia de Alcoentre, constitui provavelmente mais um vestígio da renovação da rede viária da região, levada a cabo nos séculos XVIII ou XIX, particularmente no reinado de D. Maria I. O monumento assemelha-se a tantos outros pilares de demarcação levantados na época, entre os quais se conta o marco de légua situado à entrada da Azambuja, junto do cemitério, marcando a antiga Estrada Real de Lisboa a Santarém. Levanta-se no cimo de um outeiro, e consta de base paralelepipédica, da qual irrompe um curto pilar monolítico de secção quadrada, com remate composto por molduras quadradas crescentes, rematado por pináculo piramidal de base quadrada e topo truncado.
A sua inscrição no conjunto dos restantes marcos setecentistas e oitocentistas merece, porém, algumas ressalvas. Antes de mais, o remate do monumento escapa à tipologia geral do conjunto de marcos semelhantes, erguidos a Norte de Lisboa, caracterizados por uma peça em bola, frequentemente dotada de relógio de Sol; por fim, as proporções do fuste são aqui mais elegantes, ainda que não tão monumentais como as de alguns outros exemplares. Assim, e a nosso ver, o marco de São Salvador poderá ser ainda datado da primeira metade do século XVIII, denunciando uma filiação barroca ainda não comprometida pelo gosto neoclássico. SML

Imagens