Saltar para o conteúdo principal da página

Capela de Nossa Senhora da Lapa, também denominada «Capela da Lapinha» - detalhe

Designação

Designação

Capela de Nossa Senhora da Lapa, também denominada «Capela da Lapinha»

Outras Designações

-

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Capela

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Condeixa-a-Nova / Condeixa-a-Velha e Condeixa-a-Nova

Endereço / Local

-- a sudoeste da Rua da Condeixinha, na zona da Lapa
Condeixa-a-Nova

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 67/97, DR, I Série-B, n.º 301, de 31-12-1997 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A capela de Nossa Senhora da Lapa terá sido mandada edificar no final do século XVI por António de Almeida e sua mulher Francisca das Neves, proprietários da Quinta do Travaz, situada nas imediações (GONÇALVES, A. Nogueira, 1952).
Composta por dois corpos distintos, correspondentes à capela-mor e ao corpo do templo, esta estrutura foi edificada em duas épocas distintas. Do núcleo primitivo subsiste a capela-mor de planta quadrada, datada de 1598, cujo espaço é coberto por cúpula e decorado com lambril de azulejos azuis e brancos de manufactura seiscentista, mandados executar por Manuel André.
No chão pode ver-se a pedra tumular dos instituidores da capela, onde foi gravada a inscrição : SEPVLTURA / DE ANT(ONI)O DE / ALMEIDA E / DE FRANC/ISCA DAS NE/VÊS INTET/VIDORES. Ao centro foi colocado no século XVII um retábulo de madeira de estrutura maneirista, que alberga no remate uma tábua com a figuração da Anunciação .
O espaço único da nave, edificado em 1669 (Idem, ibidem), é de secção rectangular, iluminado pelo óculo rasgado no registo superior da frontaria. A fachada principal apresenta ao centro portal de moldura rectangular com friso, onde foi gravada a data de edificação, 1669. De ambos os lados do portal foram rasgados dois janelos; o da direita alberga, num nicho, uma imagem de Cristo morto, com a Virgem à cabeceira e Maria Madalena aos pés, datada do século XVII (Idem, ibidem).
Catarina Oliveira
GIF/IPPAR/ 25 de Julho de 2005

Imagens

Bibliografia

Título

"Inventário Artístico de Portugal: distrito de Coimbra"

Local

Lisboa

Data

1952

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira, CORREIA, Vergílio

Título

"Condeixa-a-Nova"

Local

Coimbra

Data

1983

Autor(es)

CONCEIÇÃO, Augusto dos Santos