Saltar para o conteúdo principal da página

Edifício dos Paços do Concelho - detalhe

Designação

Designação

Edifício dos Paços do Concelho

Outras Designações / Pesquisas

Câmara Municipal de Góis / Casa da Quinta / Câmara Municipal de Góis (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Edifício

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Góis / Góis

Endereço / Local

-- --
Góis

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 11 445 (art.º 119.º), de 13-02 1924, inserido na coleção do 1.º Semestre de 1926 (converteu a classificação para IIP) (ver Decreto)
Decreto n.º 9 627, DG, I Série, n.º 96, de 1-05-1924 (decretou a inscrição em cadastro especial) (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Situados no centro da vila, os Paços do Concelho de Góis implantam-se ao longo da Rua da Quinta, na direção do Largo Francisco Inácio Dias Nogueira. Designado também como Casa da Quinta, o edifício era originalmente uma residência senhorial, edificada na vila beirã durante o século XVII.
De planta retangular e dividida em dois registos, a casa apresenta uma estrutura solarenga de linhas depuradas, com fachada marcada pela disposição simétrica de aberturas, rasgando-se no andar inferior as portas de acesso ao piso térreo, intercaladas por janelas de peito, e no superior janelas de sacada com guardas de ferro forjado. No extremo esquerdo da fachada uma escadaria conduz ao portal do andar nobre, sobre o qual foi gravada a inscrição "GIL-1685".
Adossado à fachada lateral norte está um edifício construído em meados do século XIX, que no presente alberga alguns serviços municipais, de estrutura exterior semelhante ao edifício original.
Se a decoração exterior do edifício é pautada pela sobriedade, no espaço interior destacam-se os notáveis tetos de masseira pintados que decoram dois dos salões da casa, retratando cenas bíblicas inspiradas em gravuras nórdicas, como David matando Golias, Abraão e os Anjos ou São Paulo Eremita, intercaladas por motivos de brutesco, datados da segunda metade do século XVII.
História
O edifício onde se encontram sediados os Paços do Concelho de Góis foi mandado construir pelos Barreto Chichorro, uma das mais reputadas famílias da vila no século XVII, que instituiu na igreja matriz uma capela onde estão sepultados alguns dos seus membros.
Desconhece-se a data exata da construção, que no entanto se pode situar entre os meados e o terceiro quartel da centúria de Seiscentos, atendendo à tipologia do edifício e ao programa decorativo das salas interiores. A data de 1685 gravada num dos portais da casa poderá aludir à empreitada final da obra.
No século XX, o edifício foi adquirido pela Câmara Municipal, que aí instalou os seus serviços.
Catarina Oliveira
DGPC, 2016

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal: distrito de Coimbra

Local

Lisboa

Data

1952

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira, CORREIA, Vergílio

Título

Notícia histórica e topográfica da vila de Goes e seu termo

Local

-

Data

-

Autor(es)

NEVES, J. Afonso Baeta