Saltar para o conteúdo principal da página

Mamoa da Quinta da Laje - detalhe

Designação

Designação

Mamoa da Quinta da Laje

Outras Designações / Pesquisas

Mamoa da Quinta da Laje (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Mamoa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Aveiro / Santa Maria da Feira / Caldas de São Jorge e Pigeiros

Endereço / Local

EN 1
Pigeiros

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 67/97, DR, I Série-B, n.º 301, de 31-12-1997 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Classificada, em 1997, como "Imóvel de Interesse Público", a "Mamoa da Quinta da Laje" encontra-se junto à estrada nacional, nas proximidades da localidade de Pigeiros, um termo que encerra diversos vestígios arqueológicos ilustrativos da antiguidade do povoamento humano.
Construída durante o Neo-calcolítico desta região do actual território português, esta estação arqueológica megalítica é constituída por um tumulus (mamoa), destinado a cobrir, na origem, toda a estrutura pétrea subjacente. Não obstante, e ao contrário do que sucede normalmente neste tipo de sítio, a mamoa apresenta-se destituída de estruturas funerárias, sobretudo no que se refere à câmara sepulcral, assim como a outros componentes relacionados com diferentes rituais, monumentalizados juntamente com a mamoa.
Uma situação possivelmente resultante da remoção paulatina dos esteios que os comporiam para reutilização em novos espaços, tanto residenciais, quanto agrícolas, ao mesmo tempo que da 'eterna' busca de tesouros encantados que desde sempre povoou o imaginário popular.
[AMartins]

Bibliografia

Título

A consolidação do sistema agro-pastoril, Nova História de Portugal

Local

Lisboa

Data

1990

Autor(es)

JORGE, Susana de Oliveira