Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de São Bartolomeu - detalhe

Designação

Designação

Igreja de São Bartolomeu

Outras Designações / Pesquisas

Igreja de São João Evangelista / Igreja do Colégio dos Jesuítas / Casa Professa de São João Evangelista / Igreja Paroquial de São Bartolomeu de Vila Viçosa / Igreja de São Bartolomeu(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Évora / Vila Viçosa / Nossa Senhora da Conceição e São Bartolomeu

Endereço / Local

Praça da República
Vila Viçosa

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 34 452, DG, I Série, n.º 59, de 20-03-1945 (ver Decreto)

ZEP

Despacho de 6-01-2014 da diretora-geral da DGPC a devolver o processo à DRC do Alentejo para reanálise
Proposta de 18-11-2013 da DRC do Alentejo para alteração da ZEP, no sentido de serem introduzidas restrições
Portaria n.º 527/2011, DR, 2.ª série, n.º 88, de 6-05-2011 (com ZNA) (como o Centro Histórico de Vila Viçosa não está classificado, fixou a ZEP conjunta dos imóveis classificados e em vias de classificação do centro histórico de Vila Viçosa e revogou o diploma anterior) (ver Portaria)
Portaria n.º 223/2010, DR, 2.ª série, n.º 57, de 23-03-2010 (fixou a ZEP conjunta do Centro Histórico de Vila Viçosa) (ver Portaria)
Despacho de homologação de 12-06-2007 da Ministra da Cultura
Parecer favorável de 31-05-2006 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta de 21-02-2006 da DR de Évora
Portaria publicada no DG n.º 205, de 2-9-1960

Zona "non aedificandi"

Portaria n.º 527/2011, DR, 2.ª série, n.º 88, de 6-05-2011
Portaria n.º 223/2010, DR, 2.ª série, n.º 57, 23-3-2010

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Igreja de São Bartolomeu de Vila Viçosa foi fundada em 1636, como igreja do Colégio Jesuíta de S. João Evangelista, activo já desde a segunda metade do século XVI. A construção do templo, iniciada cerca de um século mais tarde, foi iniciada com donativos de D. João IV, mas na verdade nuna chegou a ser concluída na íntegra; a fachada estava terminada em 1698, mas as obras decorriam ainda em 1759, quando os jesuítas foram explusos do país por decreto régio de D. José I, daí resultando a suspensão dos trabalhos. O claustro, inacabado, é consequência desta situação.
A fachada principal. voltada para a actual Praça da República, é revestida a mármore da região; é imponente, porém extremamente austera. Levanta-se em três registos, que visualmente quase poderíamos considerar como quatro, devido ao efeito causado pelas duas torres que flanqueiam a fachada, sensivelmente da mesma altura de cada andar, mais a mais ligadas por um murete que corre a rematar o conjunto, ao centro do qual se ergue um pequeno frontão com o relógio. O portal prioncipal é de verga recta, ladeado por dois portais em arco redondo. Por cima do central rasga-se um nicho, no registo intermédio, ladeado por sua vez por duas janelas rectas. As portas em arco redondo possuem frontões em segmento de círculo, e as janelas são encimadas por frontões triangulares. O portal principal é enquadrado por uma composição de pilastras estriadas que se levantam ao nível do nicho superior, sustendando um frontão quebrado que remata o conjunto.
O interior do templo é do século XVII, já modificado no século XVIII, quando foi levantada a capela-mor. Possui planta em cruz latina, de nave única, honrando a soberiedade e as grandes dimensões da fachada. Merecem destaque os retábulos em talha dourada, particularmente o da capela-mor, com trono e sacrário; e ainda alguma pintura mural, bem como os revestimentos azulejares azuis e brancos. SML

Imagens

Bibliografia

Título

Memórias de Vila Viçosa, vol. IV

Local

Vila Viçosa

Data

1987

Autor(es)

ESPANCA, Pe. Joaquim da Rocha

Título

Inventário Artístico de Portugal - vol. IX (Distrito de Évora, Zona Sul, volume I)

Local

Lisboa

Data

1978

Autor(es)

ESPANCA, Túlio

Título

Casa Professa de S. João Evangelista, actual sede da freguesia de S. Bartolomeu, A Cidade de Évora, nº 53 - 54, pp. 61 - 74

Local

Évora

Data

-

Autor(es)

ESPANCA, Túlio