Saltar para o conteúdo principal da página

Casa da Cerca de Santa Rita e capela anexa - detalhe

Designação

Designação

Casa da Cerca de Santa Rita e capela anexa

Outras Designações / Pesquisas

Museu do Brinquedo de Seia / Casa de Santa Rita / Museu do Brinquedo(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Conjunto

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Guarda / Seia / Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros

Endereço / Local

Largo de Santa Rita (Solar de Santa Rita)
Seia

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 47 508, DG, I Série, n.º 20, de 24-01-1967 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Casa de Santa Rita, edificada no século XVII, é composta por dois volumes distintos, correspondentes à área de habitação e à capela, que se encontram unificados pelo muro que delimita a propriedade. A casa mantém a estrutura original de feições maneiristas, sem programa decorativo. O ritmo das fachadas é marcado pela escadaria exterior, na principal, e pelas janelas, destacando-se a janela de canto, elemento muito utilizado na arquitectura civil beirã da época. No século XVIII foi realizada uma campanha de obras durante a qual foram edificados o muro que envolve o conjunto e a capela da casa; a partir de então, o muro passa a constituir a fachada principal da casa, onde foram rasgados dois portais de estrutura barroca. Vendida à Câmara Municipal de Seia em finais do século XX, a Casa de Santa Rita alberga actualmente o Museu do Brinquedo.
A fachada principal do conjunto, formada pelo muro que rodeia a casa, é delimitada por cunhais de pilastra e possui à esquerda portal de acesso ao pátio interior, com moldura recortada e pedra de fecho decorada por folhagens. À direita, foi rasgada a porta de acesso à capela, em arco abatido, ladeada por pilastras toscanas e encimada por óculo quadrilobado.
A casa, de planta rectangular simples, possui fachada principal dividida em dois registos. o primeiro possui dois vãos, delimitados por pilastras toscanas, que ladeiam a escadaria de acesso ao registo superior. Este, com patamar com guarda de ferro, possui porta de moldura em arco abatido encimado por florão, e três janelas de peito de moldura semelhante. Na fachada lateral direita foram abertas, no primeiro registo, portas de moldura rectangular, intercaladas por bancos de cantaria, e no registo superior janelas de moldura rectangular e uma janela de ângulo, assente em coluna toscana. A fachada lateral esquerda possui um terraço, ao qual se acede a partir de vão aberto no registo superior da fachada principal da casa.
Interiormente a Casa de Santa Rita está muito alterada, uma vez que o espaço foi adaptado para as funções museológicas que desempenha. Mantêm-se as janelas conversadeiras do andar nobre.
A capela da casa, de planta longitudinal simples, tem acesso pela fachada principal, através do portal rasgado no muro. De moldura recortada, em arco abatido, este possui pedra de fecho decorada por folhagens e é ladeado por pilastras toscanas, flanqueadas na zona inferior por volutas. Sobre o portal existe óculo quadrilobado, decorado nos ângulos por flores-de-lis, encimado por frontão contracurvado. Sobre o muro foi colocado um nicho ladeado por volutas e encimado por cruz. Na fachada lateral esquerda foram abertos portal de moldura rectangular e janela em capialço, que ilumina o altar-mor. O acesso ao coro-alto é feito através de escada exterior com guarda metálica, adossada à fachada lateral da capela, onde foi também colocada sineira. O interior da capela é de espaço único, coberto por falsa abóbada de berço de madeira em caixotões, assente em cornija, e com coro-alto. Num pequeno vão, aberto no topo do espaço da capela, foi colocado retábulo barroco de talha dourada e policromada, ladeado por pilastras de cantaria, encimadas por frontão interrompido.
Catarina Oliveira
GIF/IPPAR/ 25 de Junho de 2004

Bibliografia

Título

Monografia da vila de Seia

Local

Seia

Data

1945

Autor(es)

BIGOTTE, José Quelhas