Saltar para o conteúdo principal da página

Arco da Memória - detalhe

Designação

Designação

Arco da Memória

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Arco

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Leiria / Porto de Mós / Arrimal e Mendiga

Endereço / Local

Alto da Serra de Albardos ou dos Candeeiros
Lugar da Memória

Proteção

Situação Actual

Procedimento encerrado / arquivado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Anúncio n.º 192/2018, DR, 2.ª série, n.º 228, de 27-11-2018 (ver Anúncio)
Despacho de 9-10-2018 da diretora-geral da DGPC a determinar o arquivamento do procedimento de classificação
Parecer de 12-09-2018 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor o arquivamento do procedimento de classificação, atendendo à intervenção ocorrida, que descaracterizou o monumento e a sua envolvente
Nova proposta de 2-07-2018 da DRC de Centro
Despacho de concordância de 16-02-2018 da diretora-geral da DGPC
Parecer de 17-01-2018 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor uma melhor instrução do processo de classificação
Nova proposta de 26-01-2016 da DRC do Centro
Proposta de 3-08-2015 da DRC do Centro para a classificação como MIP
Anúncio n.º 82/2014, DR, 2.ª série, n.º 69, de 8-4-2014 (ver Anúncio)
Despacho de 21-01-2014 da diretora-geral da DGPC a determinar a abertura de novo procedimento de classificação
Proposta de 15-01-2014 da DRC do Centro para a abertura de novo procedimento de classificação
Anúncio n.º 3/2013, DR, 2.ª série, n.º 3, de 4-1-2013 (ver Anúncio)
Despacho de arquivamento de 20-12-2012 da diretora-geral da DGPC, com fundamento na existência de deficiências de instrução consideradas insanáveis em tempo útil
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de abertura de 26-03-2007 do presidente do IPPAR
Parecer favorável de 12-02-2007 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta de 29-01-2007 da DR de Coimbra para a abertura de procedimento de classificação
Proposta de classificação de 14-01-1992 da CM de Porto de Mós, após deliberação camarária de 18-12-1991

ZEP

Sem efeito, atendendo ao arquivamento do procedimento de classificação
Nova proposta de 26-01-2016 da DRC do Centro
Proposta de 3-08-2015 da DRC do Centro, após concordância das CM de Porto de Mós e Alcobaça

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

«(...) trata-se de um arco monumental, dobrado e reentrante, com tratamento idêntico nas duas faces. Mede 4 mestro de altura, 3,62 metros de largura e 103 centómetros de espessura, e foi construído em aparelho quadratum e vittatum de pedra calcária. Sobre a imposta simples assenta o arco de volta perfeita, terminado em friso, sem decoração.
Numa das ilhargas apresenta-se uma inscrição em latim quase imperceptível devido à erosão da pedra calcária; no entanto, foi atempadamente registada pelo pároco de Nossa Senhora dos Prazeres de Aljubarrota na "Memória Paroquial" de 1758. Esta inscrição teria sido composta por Frei Bernardo de Brito no princípio do século XVII a mando do Abade do Mosteiro de Alcobaça (...).
Segundo a tradição, reforçada pela inscrição latina do Arco, o monumento fora construído pelos frades da Ordem de Cister, para a marcação dos terrenos dos coutos doados pelo rei D. Afonso Henriques (...). Todavia, ao que parece, a sua construção deriva da intenção de documentar materialmente o voto de D. Afonso Henriques, inventado pelos cronistas alcobacenses (...).
No entanto a edificação do arco situa-se, provavelmente, em finais do século XVI ou inícios do século XVII, tendo sido restaurado em 1830, por ordem de D. Miguel (...).»
Memória descritiva do processo de classificação, DRC - Divisão de Salvaguarda/ Lara Aguiar Tenreiro, 2006

Imagens

Bibliografia

Título

Portugal antigo e moderno: diccionario geographico, estatistico, chorographico, heraldico, archeologico, historico, biographico e etymologico de todas as cidades, villas e freguezias de Portugal e de grande numero de aldeias...

Local

Lisboa

Data

1990

Autor(es)

PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de, FERREIRA, Pedro Augusto

Título

Inventário Artístico de Portugal, vol. V (Distrito de Leiria)

Local

Lisboa

Data

1955

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

O Couseiro - Memórias do Bispado de Leiria

Local

Braga

Data

1868

Autor(es)

-

Título

Porto de Mós e seu termo

Local

-

Data

1977

Autor(es)

CACELA, António Martins

Título

Porto de Mós

Local

Porto de Mós

Data

2003

Autor(es)

AA. VV.

Título

Inventário do Património Cultural e Natural do Concelho de Porto de Mós - Fase I

Local

-

Data

1998

Autor(es)

CEPAE - Centro do Património da Estremadura