Saltar para o conteúdo principal da página

Estátuas e elementos decorativos existentes no edifício com frentes para a Rua Dr. Barbosa de Castro, 51, e Passeio das Virtudes, 14, bem como o muro em que se integram esses elementos - detalhe

Designação

Designação

Estátuas e elementos decorativos existentes no edifício com frentes para a Rua Dr. Barbosa de Castro, 51, e Passeio das Virtudes, 14, bem como o muro em que se integram esses elementos

Outras Designações / Pesquisas

Casa na Rua Dr. Barbosa de Castro, n.º 51 e Passeio das Virtudes, n.º 14(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Conjunto

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Porto / Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória

Endereço / Local

Rua Dr. Barbosa de Castro
Porto

Número de Polícia: 51

Passeio das Virtudes
Porto

Número de Polícia: 14

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 251/70, DG, I Série, n.º 129, de 3-06-1970 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Entre as muitas casas nobres existentes na zona do Passeio das Virtudes destacamos este edifício de construção setecentista, contemporâneo de tantas outras intervenções urbanísticas que marcaram o Porto na época barroca. O próprio Passeio, construído em zona de implantação privilegiada pela sua centralidade e amplas vistas, data do século XVIII, atraindo a poderosa e rica burguesia da cidade. É justamente para esta burguesia que trabalha muitas vezes o célebre Nicolau Nasoni, o mais prestigiado artista do momento. Tratavam-se principalmente de encomendas de pintura e escultura, como sucede nesta habitação. O alto muro rodeando o jardim, hoje em dia com frentes para o Passeio e para a Rua Dr. Barbosa de Castro, recebeu uma série de elementos decorativos de tipologia tardo-barroca riscados por Nasoni. Trata-se de um conjunto de três de vãos rectangulares com molduras em cantaria, encimadas por pedestais rematados em volutas. Os pedestais das molduras laterais sustentam bustos, de mulher à esquerda e de homem à direita, e o pedestal central serve de apoio a uma urna. Este conjunto decorativo apresenta-se como um dos muitos vestígios do Barroco, época artística que tão profundamente marcou a imagem do Norte do país, dominando tanto as construções religiosas como os palácios civis, e espalhando-se à custa do grande desenvolvimento económico então vivido pelas classes privilegiadas da região. SML

Imagens

Bibliografia

Título

Nicolau Nasoni, arquitecto do Porto

Local

-

Data

1966

Autor(es)

SMITH, Robert C.