Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Pórtico da torre sineira, pórtico da galilé e pia baptismal da Igreja Nova de Mafra - detalhe

Designação

Designação

Pórtico da torre sineira, pórtico da galilé e pia baptismal da Igreja Nova de Mafra

Outras Designações / Pesquisas

Pórtico da torre sineira, pórtico da galilé e pia baptismal da Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Igreja Nova / Igreja Paroquial de Igreja Nova / Igreja de Nossa Senhora da Conceição (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Portal

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Mafra / Igreja Nova e Cheleiros

Endereço / Local

-- -
Igreja Nova

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 37 728, DG, I Série, n.º 4, de 5-01-1950 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A igreja matriz de Igreja Nova, dedicada a Nossa Senhora da Conceição, foi edificada no início do século XVI. Da edificação original subsistem o portal principal do templo, a pia baptismal e o pórtico que dá acesso à torre sineira no interior da igreja. O terramoto de 1755 danificou significativamente o edifício, mas somente em 1874 seriam feitas obras de restauro, numa campanha de obras que deu à igreja a sua actual fisionomia. Em 1984 um grande incêndio destruiu grande parte da estrutura da igreja, sendo realizado um novo restauro no ano seguinte para a reedificação do templo.
O portal principal, de arco de volta perfeita, possui duas pilastras e está completamente decorado com relevos de motivos vegetalistas e zoomórficos.
O pórtico da torre sineira, cujo arco de volta perfeita assenta sobre colunelos, possui apenas uma arquivolta. É decorado por motivos vegetalistas e geométricos nos capitéis, no fecho e nos anéis que decoram os pés-direitos do arco.
A pia baptismal, o elemento mais original do conjunto, é elaborada em mármore rosa. De secção octogonal, assenta sobre base poligonal de menor dimensão. Seis das suas faces são esculpidas com motivos grotescos , como candelabros e taças envoltos em florões, armaduras e elementos heráldicos. Sobre cada uma das secções esculpidas foi gravada uma inscrição, que poderá aludir à época de execução da peça, bem como à entidade encomendante.
Catarina Oliveira

Imagens

Bibliografia

Título

Apontamentos sobre o Manuelino no Distrito de Lisboa

Local

Lisboa

Data

1990

Autor(es)

BASTOS, Fernando Pereira

Título

Monografia de Mafra

Local

Mafra

Data

1987

Autor(es)

LUCENA, Armando de

Título

4. Arquitectura e escultura monumental manuelina na região de Mafra, Boletim Cultural 2000, pp.65-82

Local

Mafra

Data

2000

Autor(es)

VILAR, Maria do Carmo

Título

Monumentos e Edifícios Notáveis do Distrito de Lisboa, vol. III (Mafra, Loures e Vila Franca de Xira)

Local

Lisboa

Data

1963

Autor(es)

AZEVEDO, Carlos de, FERRÃO, Julieta, GUSMÃO, Adriano de

Título

Carta do Património do Concelho de Mafra. 1. O Manuelino, Boletim Cultural '94, pp.309-318

Local

Mafra

Data

1994

Autor(es)

VILAR, Maria do Carmo

Título

Memórias e Memorialistas. 1. Memórias Paroquiais, Boletim Cultural '96, pp. 307-344

Local

Mafra

Data

1997

Autor(es)

GORJÃO, Sérgio

Título

Identidades. Património Arquitectónico do Concelho de Mafra

Local

Mafra

Data

2009

Autor(es)

FERNANDES, Paulo Almeida, VILAR, Maria do Carmo