Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de Ervedosa - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de Ervedosa

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de Ervedosa (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Bragança / Vinhais / Ervedosa

Endereço / Local

Adro da Igreja
Ervedosa

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O antigo couto de Ervedosa recebeu primeiro foral de D. Dinis, em 1288. No século XIV, pertenceu ao Mosteiro de São Salvador do Castro de Avelãs, e na centúria seguinte, em 1514, teve foral novo manuelino. O concelho foi extinto no século XIX, e integrado em Vinhais, do qual é freguesia. Conserva o seu pelourinho, originalmente erguido num largo central da povoação, certamente na vizinhança das antigas casas da camâra, e hoje implantado no adro da Matriz.
O pelourinho assenta numa plataforma de dois degraus circulares, de aresta, semelhantes a mós de moinho, e provavelmente datadas da deslocação do monumento (em 1992). De feição muito rude e singela, possui coluna de fuste oitavado, bastante irregular, composta por três troços unidos por argamassa. O capitel, ou mais propriamente o bloco inferior do remate, é constituído por duas molduras quadrangulares sobrepostas, de talhe grosseiro e irregular, encimadas por um pequeno paralelepípedo, que não parece pertencer ao conjunto primitivo. É impossível datá-lo com precisão, devido à simplicidade dos seus elementos, mas igualmente às possíveis alterações introduzidas pelo restauro moderno.
Sílvia Leite

Imagens

Bibliografia

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde