Saltar para o conteúdo principal da página

Convento de Santo Agostinho e antigo seminário - detalhe

Designação

Designação

Convento de Santo Agostinho e antigo seminário

Outras Designações / Pesquisas

Museu de Leiria / Convento de Santo Agostinho / Museu de Leiria(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Convento

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Leiria / Leiria / Leiria, Pousos, Barreira e Cortes

Endereço / Local

Largo da Infantaria
Leiria

Número de Polícia: 7

Rua Tenente Valadim
Leiria

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 28/82, DR, I Série, n.º 47, de 26-02-1982 (ver Decreto)

ZEP

Portaria n.º 300/87, DR, I Série, N.º 84, de 10-04-1987 (sem restrições) (ver Portaria)

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O Convento de Santo Agostinho foi fundado em 1577 por iniciativa de D. Frei Gaspar do Casal, bispo da diocese de Leiria, tendo sido edificada em primeiro lugar a igreja. Dois anos depois, quando se iniciava a construção do complexo conventual, estavam já concluídas a capela-mor, o cruzeiro e as primeiras capelas da nave. No entanto, devido a divergências com o Cabido da Sé, as obras do convento arrastaram-se até ao primeiro quartel do século XVII. Em 1671, o bispo D. Pedro Vieira da Silva criava o Seminário, entregando a sua direcção à Ordem de Santo Agostinho no ano seguinte. A fachada da igreja seria alterada durante a campanha de obras realizada na segunda metade do século XVIII, e alguns anos depois o Seminário era desanexado do convento. No início do século XIX, entre 1803 e 1804, o espaço conventual seria reformado, devido ao estado de ruína da sua estrutura. Com a Extinção das Ordens Religiosas, o convento passou a albergar um quartel e a igreja tornou-se capela regimental. Só em 1944 voltava a pertencer à diocese de Leiria.
A igreja do convento, de planta em cruz latina, possui nave única, iluminada lateralmente por oito janelões e coberta por abóbada de lunetas, coro-alto assente em arco rebaixado, e três capelas laterais intercomunicantes, cobertas por abóbada de caixotões. A capela-mor é coberta por abóbada de caixotões, possuindo retábulo em pedra de lioz, executado no início do século XX por Ernesto Korrodi. Do lado do Evangelho foi rasgada porta de comunicação com o claustro, actualmente encerrada.
A fachada principal do templo apresenta-se dividida em três corpos, definidos por pilastras rematadas por fogaréus. Os corpos laterais, com janelas no primeiro e segundo registos, são prolongados por duas sineiras rematadas por coruchéus. O corpo central da fachada possui ao centro portal com frontão de volutas, interrompido por óculo, encimado por janela quadrangular. Este volume é coroado por frontão contracurvado.
O claustro, de planta quadrangular, comunica com as dependências conventuais através do terraço do registo superior. No primeiro registo, as alas, cobertas por abóbada de aresta, dividem-se em cinco tramos que abrem para o pátio através de arcos de volta perfeita.
Junto ao convento foi construído o edifício do seminário. De planta rectangular, possui fachada principal sem decoração, rematada nos cunhais por pináculos, cujo único elemento de destaque é o portal principal com frontão de volutas, encimado por pedra de armas do fundador, o bispo D. Pedro Vieira da Silva. Sobre esta foi aberta janela de sacada com guarda de ferro.
Apesar de estar bastante alterada por sucessivas obras e diferentes utilizações ao longo dos últimos 200 anos, a estrutura original do Convento de São Agostinho, da qual subsistiu o interior do templo e o claustro, demonstra um gosto ligado à arquitectura maneirista de raiz clássica, que remete para a tratadística serliana, aliada à austeridade chã que então era explorada nas obras de carácter religioso.
Catarina Oliveira
GIF/ IPPAR/ 2004

Imagens

Bibliografia

Título

Leiria - subsídios para a história da sua diocese

Local

Leiria

Data

1943

Autor(es)

ZUQUETE, Afonso

Título

Leiria

Local

Lisboa

Data

1989

Autor(es)

COSTA, Lucília Verdelho da

Título

Inventário Artístico de Portugal, vol. V (Distrito de Leiria)

Local

Lisboa

Data

1955

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos