Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de Nossa Senhora da Lapa, hospedaria de peregrinos, moradia do capelão e do eremita - detalhe

Designação

Designação

Igreja de Nossa Senhora da Lapa, hospedaria de peregrinos, moradia do capelão e do eremita

Outras Designações / Pesquisas

Santuário da Senhora da Lapa / Igreja de Nossa Senhora da Lapa dos Milagres (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Conjunto

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Évora / Vila Viçosa / Nossa Senhora da Conceição e São Bartolomeu

Endereço / Local

- Campo da Restauração
Vila Viçosa

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 5/2002, DR, I Série-B. n.º 42, de 19-02-2002 (ver Decreto)

ZEP

Despacho de 6-01-2014 da diretora-geral da DGPC a devolver o processo à DRC do Alentejo para reanálise
Proposta de 18-11-2013 da DRC do Alentejo para alteração da ZEP, no sentido de serem introduzidas restrições
Portaria n.º 527/2011, DR, 2.ª série, n.º 88, de 6-05-2011 (com ZNA) (como o Centro Histórico de Vila Viçosa não está classificado, fixou a ZEP conjunta dos imóveis classificados e em vias de classificação do centro histórico de Vila Viçosa e revogou o diploma anterior) (ver Portaria)
Portaria n.º 223/2010, DR, 2.ª série, n.º 57, de 23-03-2010 (fixou a ZEP conjunta do Centro Histórico de Vila Viçosa) (ver Portaria)
Despacho de homologação de 12-06-2007 da Ministra da Cultura
Parecer favorável de 31-05-2006 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta de 21-02-2006 da DR de Évora

Zona "non aedificandi"

Portaria n.º 527/2011, DR, 2.ª série, n.º 88, de 6-05-2011
Portaria n.º 223/2010, DR, 2.ª série, n.º 57, 23-3-2010

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Fundada a Irmandade de Nossa Senhora da Lapa em 1756, nesse mesmo ano se deu início à edificação da igreja, em terrenos doados para o efeito por Manuel Diogo da Silveira Meneses, no Carrascal (ESPANCA). De acordo com os estudos de Túlio Espanca, a iniciativa da construção do templo e respectivos anexos, deveu-se a 3 padres missionários, um dos quais, Angelo de Sequeira, ofereceu a imagem de Nossa Senhora da Lapa, que se encontra no altar-mor.
O traçado da igreja foi desenhado pelo arquitecto alentejano, José Francisco Abreu, cuja biografia permanece, ainda, pouco conhecida (GOMES, 1988, p. 42; SERRÃO, 2004, p. 36; BORGES, 1993). Sabe-se que nasceu em Torres Vedras, e trabalhou em Mafra, na capela-mor da Sé de Elvas (1749), e também em Vila Viçosa, onde foram identificadas várias obras da sua autoria. Entre estes, encontram-se os planos para a capela-mor e altares colaterais da igreja dos Agostinhos (1753), para o edifico da Câmara Municipal (1754), e depois para o Santuário de Nossa Senhora da Lapa (BORGES, 1987, p. 110). A edificação deste último, decorreu entre 1756 e 1764, ano em que se deverá ter celebrado a procissão solene de sagração, mas houve que esperar cerca de 15 anos mais para que se concluíssem as campanhas decorativas do interior.
No panorama arquitectónico de Setecentos, esta igreja constituiu um importante testemunho da arquitectura barroca em terras alentejanas, que soube respeitar as características do local. Ao contrário do que acontecia no Norte do país, onde os santuários de peregrinação eram antecedidos por vastos escadórios, aqui optou-se por um largo adro, onde os peregrinos se reuniam e onde decorriam feiras, situação mais coincidente com a tradição local (BORGES, 1993, p. 109). Por outro lado, a depuração das linhas que aqui se verifica, situação aliás comum ao Alentejo, leva Paulo Varela Gomes (198, p. 42) a afirmar que a igreja de Nossa Senhora da Lapa é um dos mais significativos exemplos "do desaguar da tradição nacional num neoclassicismo não importado e, evidentemente, ecléctico", e onde "(...) o novo classicismo não se distingue da velha arquitectura chã".
A fachada é ladeada por duas torres sineiras, ligeiramente recuadas em relação ao corpo central, rematado por frontão triangular, sobre o qual se desenvolve uma platibanda, que imprime uma marca de horizontalidade. A decoração joanina, mas com uma elegância rococó, concentra-se na composição central formada pelo portal e pela janela superior.
O interior, de planta em forma de cruz latina, aproxima-se dos modelos das denominadas "igreja-caixa" (GOMES, 1988, p. 42). Na nave, coberta por abóbada de meio canhão, destaca-se o coro, com balaustrada de mármore, e o púlpito de mármore branco e negro, também desenhado pelo arquitecto José Francisco Abreu. O transepto, rectangular, separa-se da nave através de um arco de volta perfeita, que se repete na passagem para a capela-mor, este flanqueado por altares colaterais, igualmente em mármore, executados em data próxima de 1781.
Na capela-mor, bastante profunda, o retábulo neoclássico de mármores polícromos (vermelho, azul, e branco), foi executado pelo canteiro Gregório das Neves Leitão, cujo contrato com a Irmandade foi celebrado em 1759. As portas exibem lintéis com elementos decorativos rococó.
Uma última referência para a hospedaria dos peregrinos, as moradias do capelão e do eremita, que se encontram no jardim contíguo.
(Rosário Carvalho)

Imagens

Bibliografia

Título

O Barroco

Local

Lisboa

Data

2003

Autor(es)

SERRÃO, Vítor

Título

Memórias de Vila Viçosa, vol. IV

Local

Vila Viçosa

Data

1987

Autor(es)

ESPANCA, Pe. Joaquim da Rocha

Título

Sondagens arqueológicas de emergência. Casa do Peregrino (Vila Viçosa).

Local

-

Data

-

Autor(es)

GONÇALVES, Ana

Título

Inventário Artístico de Portugal - vol. IX (Distrito de Évora, Zona Sul, volume I)

Local

Lisboa

Data

1978

Autor(es)

ESPANCA, Túlio

Título

O barroco do século XVIII, História da Arte Portuguesa, vol.3

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

PEREIRA, José Fernandes

Título

A cultura arquitectónica e artística em Portugal no séc. XVIII

Local

Lisboa

Data

1988

Autor(es)

GOMES, Paulo Varela

Título

Abreu, José Francisco de, Dicionário da Arte Barroca em Portugal, pp. 13-14

Local

Lisboa

Data

1989

Autor(es)

PEREIRA, José Fernandes

Título

Igreja de Nª Sª da Lapa de Vila Viçosa, A Cidade de Évora, nº 58, pp. 181 - 186

Local

Évora

Data

-

Autor(es)

ESPANCA, Túlio

Título

O período rococó - arquitectura, História da Arte em Portugal, vol. 9, pp. 93-121

Local

Lisboa

Data

1993

Autor(es)

BORGES, Nelson Correia