Saltar para o conteúdo principal da página

Capela de Nossa Senhora da Vitória - detalhe

Designação

Designação

Capela de Nossa Senhora da Vitória

Outras Designações / Pesquisas

Igreja dos Terceiros / Capela de Nossa Senhora da Vitória(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Capela

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Viseu / Viseu

Endereço / Local

- Parque Municipal Aquilino Ribeiro
Viseu

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 740-AQ/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 (suplemento), de 24-12-2012 (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 29-10-2012 do diretor-geral da DGPC
Declaração de rectificação n.º 65/2012, DR, 2.ª série, n.º 12, de 17-01-2012 (retificou a menção à ZGP, atendendo a que a mesma entrou em vigor com o despacho de abertura) (ver Declaração)
Anúncio n.º 19051/2011, DR, 2.ª série, n.º 243, de 21-12-2011 (ver Anúncio)
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de homologação de 17-02-1947 do Subsecretário de Estado da Educação Nacional
Parecer de 14-02-1947 da JNE a propor a classificação como IIP
Proposta de classificação de 8-02-1947 da DGEMN

ZEP

Devolvida em 3-04-2013 à DRC do Centro para reanálise
Proposta de 11-11-2011 da DRC do Centro

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Mandada edificar no ano de 1605 pelo cónego António de Almeida Abreu, a pequena Capela da Senhora da Vitória situava-se originalmente na praça central da cidade, o Rossio. A invocação deste templo remete para a festa de Nossa Senhora da Vitória, instituída pelo papa Pio V após a vitória do exército cristão sobre os turcos na batalha de Lepanto em 1571.
Este templo apresenta-se como um exemplar de micro-arquitectura maneirista, em que se destaca no conjunto a fachada principal. De linhas sóbrias, com planta rectangular de nave única, coberta por madeira, o interior da capela possui somente um altar assente sobre uma escadaria.
À semelhança do que acontece em muitas edificações religiosas construídas entre a segunda metade do século XVI e o primeiro quartel do século XVII, a Capela da Senhora da Vitória apresenta na sua fachada duas influências distintas. Por um lado, o modelo do portal é decalcado da tratadística clássica, nomeadamente da obra de Sebastiano Serlio, apresentando-se enquadrado por um pórtico coríntio encimado por um nicho que alberga uma imagem da Virgem com o Menino, sendo ladeado por duas pedras de armas, pertencentes ao edificador da capela. A esta influência serliana junta-se o decorativismo de inspiração flamenga, em elementos como a torre sineira e os pináculos que rematam a fachada. Sobre o pórtico, uma legenda epigrafada atesta a instituição do templo: "Esta Capella de Nossa Senhora da Vitória mandou fazer e dotou por sua devassam o Conego António de Almeida Avreu 1605".
Actualmente a capela está situada no Parque da Cidade, junto à Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, para onde seria deslocada em 1956 devido ao arranjo urbanístico do centro urbano de Viseu.
Catarina Oliveira
GIF/IPPAR/ 22 de Março de 2004

Imagens

Bibliografia

Título

Viseu

Local

Lisboa

Data

1989

Autor(es)

CORREIA, Alberto

Título

Viseu monumental e artístico

Local

Viseu

Data

1969

Autor(es)

VALE, Alexandre de Lucena e