Saltar para o conteúdo principal da página

Cruzeiro Filipino de Maçãs de Dona Maria - detalhe

Designação

Designação

Cruzeiro Filipino de Maçãs de Dona Maria

Outras Designações / Pesquisas

Cruzeiro Filipino de Maçãs de Dona Maria(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Cruzeiro

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Leiria / Alvaiázere / Maçãs de Dona Maria

Endereço / Local

Adro da Igreja Matriz
Maçãs de D. Maria

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 5/2002, DR, I Série-B. n.º 42, de 19-02-2002 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Pertencendo actualmente ao concelho de Alvaiázere, a povoação de Maçãs de Dona Maria foi sede de concelho entre 1514 e 1855, data em que o município foi dissolvido e integrado no concelho de Figueiró dos Vinhos.
No centro da vila, junto à igreja matriz, foi edificado no final do primeiro quartel do século XVII um cruzeiro, que integrava o itinerário da romaria anual do Senhor dos Aflitos.
O conjunto, de planta quadrangular, tem a forma de um templete, coberto por uma cúpula que assenta sobre quatro colunas toscanas cujos pedestais são gravados, nas faces internas, com símbolos da Paixão de Cristo. Numa das arquitraves foi inscrita a data 1626.
Ao centro foi colocado o cruzeiro, uma coluna toscana rematada por crucifixo de pedra, executado cerca de 1930 para substituir a peça original, em marfim.
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Imagens

Bibliografia

Título

Tesouros Artísticos de Portugal

Local

Lisboa

Data

1976

Autor(es)

ALMEIDA, José António Ferreira de