Saltar para o conteúdo principal da página

Casa das Obras - detalhe

Designação

Designação

Casa das Obras

Outras Designações / Pesquisas

Paços do Concelho de Seia / Casa das Obras / Câmara Municipal de Seia(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Guarda / Seia / Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros

Endereço / Local

Largo Dr. António Borges Pires
Seia

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 180/2013, DR, 2.ª série, n.º 67, de 5-04-2013 (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 10-11-2013 da diretora-geral da DGPC
Procedimento prorrogado até 30-06-2013 pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Declaração de retificação n.º 1431/2012, DR, 2.ª série, n.º 215, de 7-11-2012 (retificou a data do despacho de homologação) (ver Declaração)
Anúncio n.º 13632/2012, DR, 2.ª série, n.º 209, de 29-10-2012 (ver Anúncio)
Procedimento prorrogado pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de homologação de 17-01-1975 do Secretário de Estado da Cultura e Educação Permanente
Parecer de 17-01-1975 da 4.ª Subsecção da 2.ª Secção da JNE a propor a classificação como IIP
Proposta de classificação de 6-01-1975 da DGAC

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O edifício onde actualmente se encontra a Câmara Municipal de Seia foi, originalmente, o solar da família Figueiredo Abranches, tendo sido mandado construir em 1773 por Teresa Bernarda de Figueiredo Abranches e seu marido Francisco José Pinto de Mendonça, que era Desembargador. Herdeira do Morgado das Obras, por parte de seu pai, a ela se ficou a dever a designação de Casa das Obras, pela qual o imóvel é também conhecido.
A casa ficou concluída em 1778, mas nesse ano era já habitada por Luís Bernardo Pinto de Mendonça e Figueiredo e Ana Leonor Nogueira d'Abreu e Abranches, herdeiros dos primeiros proprietários.
O brasão que se conserva no tímpano do frontão que remata o corpo central da fachada, um escudo esquartelado com os símbolos heráldicos dos Pintos e Arrais de Mendonça, deverá ter sido aí colocado posteriormente, quando este ramo da família se tornou proprietário da Casa, certamente no início do século XIX.
De planta rectangular, este imóvel apresenta fachada principal de desenvolvimento longitudinal, seccionada por pilastras que definem cinco corpos. O central é rematado por um frontão triangular com a pedra de armas já referida e os dois das extremidades por um outro frontão com óculo no tímpano. Os dois pisos são separados por um friso recto, abrindo-se no térreo um conjunto de janelas de linhas rectas e, no andar nobre, igual número de janelas de sacada de remate curvo. O eixo central destaca-se pela porta de entrada e pelo remate triangular da janela do piso superior, terminando esta linha vertical no brasão de armas e no frontão.
O interior foi objecto de algumas alterações, que acompanharam a história mais recente do edifício. Em 1911 foi vendido em hasta publica a um particular e em 1919 o Município adquiriu o imóvel. Aqui ficou instalado o Tribunal da Comarca de Seia até 1986, quando foi transferido para sede própria, tendo sido introduzidas, ainda nos anos 60, uma série de alterações na divisão interna do espaço.
(Rosário Carvalho)

Imagens

Bibliografia

Título

Palácios e solares portuguezes (Col. Encyclopedia pela imagem)

Local

Porto

Data

1900

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

Nobres Casas de Portugal

Local

Porto

Data

1958

Autor(es)

SILVA, António Lambert Pereira da

Título

Monografia da vila de Seia

Local

Seia

Data

1945

Autor(es)

BIGOTTE, José Quelhas