Saltar para o conteúdo principal da página

Solar de Torrozelo - detalhe

Designação

Designação

Solar de Torrozelo

Outras Designações / Pesquisas

Solar da família Albuquerque Brandão / Solar de Torrozelo / Solar dos Albuquerque(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Solar

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Guarda / Seia / Torrozelo e Folhadosa

Endereço / Local

Avenida Mendes Leal
Torrozelo

Proteção

Situação Actual

Procedimento caducado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Procedimento caducado nos termos do artigo 78.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, N.º 206 de 23-10-2009 (ver Diploma) , alterado pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de homologação de 21-07-1980
Parecer de 18-07-1980 da Comisão "ad hoc" do IPPC a propor a classificação como IIP
Proposta de classificação de 14-12-1976 da DGAC

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Implantado no limite do aglomerado urbano de Torrozelo, este solar, pertencente à família Albuquerque Brandão, apresenta uma composição eclética, decorrente de obras de ampliação executadas cerca de 1930, misturando as linhas tardo-barrocas da estrutura original com uma construção em estilo Português Suave, que se distingue sobretudo nas varandas da casa.
De dois pisos, o palacete desenvolve-se em planta em L, com a justaposição de dois corpos distintos. A fachada principal é precedida por escadaria e patamar com guarda de ferro. Ao centro, abre-se o portal com moldura contracurvada, encimado por frontão com pináculos, e ladeado por duas portas, com moldura semelhante, de menores dimensões. A fachada posterior deste corpo possui uma varanda alpendrada.
No corpo lateral, o frontispício é ritmado pela abertura de janelas no registo superior, sendo as três fenestrações do centro unificadas por moldura única, com avental, decorada com concheados e flor-de-lis.
O alçado posterior divide-se também em dois registos, com abertura de portas e janelas, em ambos os pisos. Ao centro, no andar nobre, destaca-se o portal de entrada, com alpendre assente sobre colunelos e escadaria lateral de acesso.
No extremo do corpo lateral foi edificada a capela da casa, com dois panos. Ao centro, foi rasgado o portal, de moldura rectangular com motivos vegetalistas gravados, e dois janelos laterais. Sobre este foi aberto o nicho com uma imagem da Virgem, encimada por uma coroa ladeada por duas esferas armilares. O frontispício é rematado por frontão contracurvado. Do lado esquerdo, o segundo pano da fachada possui abertura em arco pleno, sendo rematado por sineira.
Catarina Oliveira
IPPAR/2003

Imagens

Bibliografia

Título

Beira Alta

Local

Lisboa

Data

1987

Autor(es)

RAPOSO, Francisco Hipólito