Saltar para o conteúdo principal da página

Estela Menir da Caparrosa - detalhe

Designação

Designação

Estela Menir da Caparrosa

Outras Designações / Pesquisas

Marco de Anta / Estela-Menir de Caparrosa(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Menir

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Tondela / Caparrosa e Silvares

Endereço / Local

-- -
Caparrosa

Proteção

Situação Actual

Em Vias de Classificação

Categoria de Protecção

Em Vias de Classificação (Homologado como IIP -...

Cronologia

Despacho de 18-03-1997

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

"Em vias de classificação" desde 1997, a "Estela Menir da Caparrosa", também conhecida localmente pela designação de "Marco de Anta", foi localizada em 1975 nas proximidades da aldeia que lhe deu nome.
Erguido durante o Neo-calcolítico desta região do actual território português, o menir, granítico, foi talhado em forma de estela, atingindo uma altura máxima de três metros e meio, apresentando-se associado a um alinhamento constituído por oito monólitos, possivelmente os elementos remanescentes de um primitivo recinto ou cromeleque de consideráveis dimensões.
Todas as superfícies das quatro faces e do próprio topo da estela-menir ostentam gravuras. Executadas mediante as técnicas de picotagem e/ou abrasão, as gravuras, obtidas com a utilização de artefactos líticos ou metálicos, apresentam diferentes graus de erosão. Um facto que poderá indiciar a sua realização em diversos momentos do megalitismo da região.
De entre os motivos representados, regista-se a presença, entre outras, de uma forma triangular, de três losangos e de dois "T" com as extremidades associadas a pequenos círculos, bem como de "covinhas" de diversas dimensões.
Mas serão, certamente, os círculos (um deles ligado a duas linhas onduladas), assim como uma composição sub-rectangular interiormente preenchida por linhas verticais e horizontais, os que sobressairão. Elementos que poderão ser interpretados como figurações de discos solares, onde as linhas onduladas verticais representariam os raios, numa combinação aproximada à da penúltima fase das gravuras do menir de Vale de Rodrigo, localizado nas imediações dos Almendres, numa altura em que se fazia sentir, nesta região, a influência de uma nova divindade feminina, representada, precisamente, com grandes olhos solares, correspondendo à "grande deusa-mãe mediterrânica".
[AMartins]

Bibliografia

Título

300 Sítios arqueológicos visitáveis em Portugal, Al-madan

Local

Almada

Data

2001

Autor(es)

RAPOSO, Jorge

Título

O Marco de Anta ou Estela-Menir de Caparrosa (Tondela-Viseu), Estudos Pré-Históricos

Local

Viseu

Data

1993

Autor(es)

GOMES, Mário Varela

Título

A Estela-Menir decorada da Caparrosa. Beira Alta, Nota de descoberta, O Arqueólogo Português

Local

Lisboa

Data

1977

Autor(es)

GOMES, Mário Varela, MONTEIRO, Jorge Pinho