Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja matriz de Bucelas - detalhe

Designação

Designação

Igreja matriz de Bucelas

Outras Designações / Pesquisas

Igreja de Nossa Senhora da Purificação, matriz de Bucelas / Igreja Paroquial de Bucelas / Igreja de Nossa Senhora da Purificação(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Loures / Bucelas

Endereço / Local

Largo do Espírito Santo
Bucelas

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 35 532, DG, I Série, n.º 55, de 15-03-1946 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A tradição local atribui a fundação da igreja matriz de Bucelas a uma lenda, segundo a qual foi devido ao aparecimento, em 1522, de uma imagem de Nossa Senhora da Purificação no local onde se situa actualmente a igreja, que esta acabaria por ser fundada. Embora a lenda situe a aparição da imagem nos primeiros decénios do século XVI, a igreja só viria a ser edificada na segunda metade da centúria.
Sabe-se que o corpo da igreja estava concluído em 1566, como atesta a inscrição sobre o portal lateral situado do lado do Evangelho, e em 23 de Janeiro de 1569 D. Jorge de Ataíde, bispo Viseu, sagrava a capela-mor. Uma lápide na sacristia, com a inscrição de 1573 indica possivelmente a data em que as obras do templo foram terminadas.
Embora apresente um modelo sóbrio a nível estrutural, a igreja matriz de Bucelas destaca-se por alguma erudição dos elementos decorativos, nomeadamente no exterior.
De linhas depuradas, a fachada encontra-se dividida em dois registos, com portal no primeiro e três janelas no segundo, que correspondem à disposição das naves. O portal, em arco pleno, é ladeado por duas colunas nas quais se apoia o frontão curvo. O modelo, de gosto serliano, repete-se no portal lateral.
A capela-mor, de planta rectangular, possui cabeceira circular. Adossadas a este espaço foram edificadas a torre sineira e várias dependências utilitárias. Ainda no espaço exterior, junto à cabeceira, existe uma pedra tumular com inscrição, dedicada à memória de um homem romano falecido com 28 anos.
O espaço interior da igreja divide-se em três naves, marcadas por cinco tramos, com arcos plenos assentes sobre colunas toscanas. As paredes das naves laterais são decoradas por azulejos enxaquetados. O espaço da nave central é coberto por abóbada de berço decorada por pintura de brutesco seiscentista, que se estende ao intradorso dos arcos. Do lado do Evangelho foi aberto o espaço correspondente ao baptistério, e do lado da Epístola abre-se a escada que conduz ao coro-alto.
Junto ao arco da capela-mor foram edificados dois altares de talha dourada, de estilo nacional. O espaço da capela-mor é decorado por lambril de azulejos policromos, e quatro telas com moldura de talha. O retábulo-mor, também de talha dourada em estilo nacional, é decorado com sereias nas mísulas e as imagens dos Evangelistas nos justes das colunas, possuindo trono.
Do conjunto decorativo da igreja destaca-se ainda um grupo escultórico, guardado numa dependência anexa à capela-mor, um alto relevo provavelmente esculpido no século XV, representando a Descida do Espírito Santo, e figurando a Virgem e os Apóstolos. Este relevo é proveniente da capela do Espírito Santo, tendo sido deslocado do templo primitivo depois da destruição deste.
Em 1969 a igreja de Nossa Senhora da Purificação sofreu alguns danos, derivados do sismo que ocorreu na época, pelo que se procederam a obras de consolidação e reparação, nomeadamente das coberturas do templo e da torre sineira, da talha do altar-mor e da estrutura do trono, bem como de azulejos danificados.
Catarina Oliveira
GIF/ IPPAR/ 2005

Imagens

Bibliografia

Título

Azulejaria Portuguesa

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

MECO, José

Título

Monumentos e Edifícios Notáveis do Distrito de Lisboa

Local

Lisboa

Data

1963

Autor(es)

AZEVEDO, Carlos de, FERRÃO, Julieta, GUSMÃO, Adriano de

Título

Ribatejo Histórico e Monumental

Local

Lisboa

Data

1938

Autor(es)

CÂNCIO, Francisco